Perfume: evolução ou alienação?

Marilyn“Algumas gotas de Chanel N°5”, respondeu Marilyn Monroe ao ser questionada com o que ela dormia.

O que mais chama atenção na resposta de Marilyn não é a marca do perfume, mas sim o fato de que ela usava perfume para dormir. “Qual é a utilidade disso?”, pensam muitos. O fato é que, dentre as muitas funções de um perfume, está o bem-estar.

Ao longo da nossa jornada olfativa, vamos nos dando conta da química com certos odores e repulsa a outros. Tudo tem um motivo por trás – memórias são resgatadas desde o período de gestação. Porém, o usuário precisa tomar consciência do processo. Infelizmente, a maioria das pessoas bebe da fonte da mídia – o desejo fabricado pela fantasia para gerar consumo. Todo produto tem uma utilidade, mas ela sozinha não é suficiente para vender num mercado ultracompetitivo. O truque é criar uma aura em torno do perfume que diga com sedução “as pessoas vão gostar mais de você se me possuir”. Seja Beyoncé ou Chanel, a utilidade do produto, nesse caso, nasceu morta.

O perfume passa, então, a ser um instrumento de alienação. Se antes o potencial era colocar o usuário em contato consigo, agora o movimento é contrário – o usuário está focado naquilo que ele não é mas poderia ser. O problema da alienação criada pelo marketing é que ela subliminarmente reforça um sentimento insaciável de carência e frustração. O prazer é momentâneo e dura até que a próxima fantasia seja criada. Por mais que uma coleção gigante de perfumes não seja necessariamente um sintoma de alienação, um usuário mais consciente dá prioridade à experiência e prefere movimentar seus perfumes para provar coisa nova.

No final das contas, algumas gotas do perfume ideal é tudo que precisamos.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s