Catálogo

CatálogoO mercado de cosméticos é um dos maiores do mundo, podendo ser infinitamente segmentado. Mesmo considerando as vendas de apenas fragrâncias, podemos dividir as marcas de cosméticos em três grupos principais: varejo, franquia e catálogo (ou venda direta). Este último grupo consiste basicamente de três players internacionais – as americanas Avon e Mary Kay e a sueca Oriflame – que concorrem localmente com a brasileira Natura. Embora o conceito de venda porta a porta tenha sido trazido para a perfumaria já em 1886 por David H. McConnell, fundador da Avon, a marca só veio a ser registrada como é hoje conhecida em 1929. A Avon conta atualmente com 6 milhões de representantes e um faturamento de 10 bilhões de dólares. Seguindo o modelo de marketing multinível da Avon, a americana Mary Kay Ash abriu sua própria empresa de cosméticos em 1963. Apesar de ter metade do número de consultores da Avon (entrou recentemente no Brasil), seu portfólio de fragrâncias ainda é reduzido (56 no total – Avon e Oriflame têm 629 e 273, respectivamente). Em 1967, os irmãos suecos Jonas af Jochnick e Robert af Jochnick decidiram começar a vender cosméticos por catálogo, fundando a Oriflame. Com um apelo de foco na natureza, a empresa cresceu rapidamente ao longo dos últimos anos, atingindo um faturamento de 1,3 bilhões de euros captados por meio de 3 milhões de representantes em mais de 60 países (supera as vendas da Avon em metade deles). A Oriflame planeja iniciar suas atividades no Brasil em março de 2017.

(ordem cronológica por ano de lançamento)

Occur1. Occur (Avon, 1955). Intensamente animálico, Occur foi a primeira fragrância de Avon a fazer sucesso. Trata-se de um chipre floral multifacetado, com nuances especiadas, melífluas e lactônicas. Depois de uma saída efervescente e luminosa de bergamota, aldeídos, coentro, cardamomo e gardênia, Occur segue com um buquê de rosa, cravo, jasmim e muguê realçado com mel, coco e baunilha. A base fica por conta de patchouli, vetiver, musgo de carvalho, couro, mirra, estoraque, âmbar, civet e castoreum. Como o próprio nome insinua, Occur foi feito para causar.

WildCountry2. Wild Country (Avon, 1967). Num estilo pouco abordado pela rainha dos cosméticos, Wild Country é um fougère aromático com traços anisados. Lançado antes da febre de Drakkar Noir e Azzaro pour Homme, este perfume conquistava com sua saída efervescente e picante, resultante de uma combinação de bergamota, limão siciliano, manjericão, coentro e anis. Seu meio comportava um acorde de lavanda, gerânio, heliotrópio e cravo, antes de fazer emergir uma base de sândalo, cedro, musgo de carvalho, fava tonka, baunilha, âmbar, benjoim e musk. Praticamente esquecido no tempo.

Charisma3. Charisma (Avon, 1968). Mais infame que famoso, Charisma marcou uma época com sua composição floral de nuances ardidas. Construído em torno de um buquê de íris, rosa, cravo, narciso, jasmim, ylang-ylang e muguê, o perfume recebia um topo efervescente de bergamota, néroli, aldeídos, jacinto e pêssego, além de uma base de madeiras nobres, bálsamos e civet. Charisma pode ser resumido como um floral quente, mais apropriado para o inverno, situado bem no meio entre o elegante e o vulgar.

SweetHonesty4. Sweet Honesty (Avon, 1973). Este é um floral oriental conhecido pelo seu aspecto doce e atalcado. Abrindo refrescante com um topo de limão siciliano, Sweet Honesty parte para um coração floral de rosa, jacinto e lírio-do-vale. Na secagem, a composição ganha corpo e doçura graças a um acorde base de madeiras nobres, baunilha, mel e almíscar. Bom equilíbrio entre o cítrico e o balsâmico.

Timeless5. Timeless (Avon, 1974). Timeless não se tornou tão atemporal como indica seu nome. Afinal, um perfume apreciado nos anos 70 e 80, ele se tornou totalmente datado. Com sua saída rica em aldeídos e cítricos, a composição aos poucos revelava um centro de rosa, jasmim e íris acompanhado de cedro e patchouli. O aspecto powdery aumentava no dry-down, graças a uma base oriental de cumarina, âmbar, opoponax, baunilha e musk. Remete a “cheiro de velha”.

SoftMusk 6. Soft Musk (Avon, 1981). Numa época em que o musk se tornou popular, a Avon não ficou para trás. Sua proposta agrega notas florais de rosa e jasmim, além de especiarias quentes e doces (baunilha). Simples e linear, Soft Musk é uma fragrância sensual e intimista, quente e polvorosa. Mais indicada para mulheres maduras.

NightMagicEveningMusk 7. Night Magic Evening Musk (Avon, 1984). Um pouco mais complexo que Soft Musk, este perfume reúne um acorde floral luminoso com aldeídos, néroli, lírio-do-vale, jasmim, rosa e ylang-ylang sobre uma base balsâmica e esfumaçada de sândalo, cedro, vetiver, incenso, âmbar e musk. Night Magic Evening Musk resulta numa fragrância polvorosa e bastante feminina. Não é nada moderna, mas tampouco tem um aspecto marcadamente datado.

Imari8. Imari (Avon, 1985). Muito comparado ao perfume Coco de Chanel, Imari é um floral oriental de nuances verdes e amadeiradas. Abrindo com bergamota, aldeídos e gálbano, a composição desabrocha um inebriante buquê de lírio-do-vale, ylang-ylang, tuberosa e íris. A base fica por conta de um acorde balsâmico de musgo de carvalho, sândalo, cedro, âmbar, baunilha e musk. Ligeiramente retrô, Imari é uma fragrância para senhoras elegantes.

Tribute9. Tribute (Mary Kay, 1990). O primeiro grande perfume de Mary Kay é um floral de traços atalcados e frutados. Abrindo com um sopro suculento de pêssego, Tribute desabrocha um imenso buquê de jasmim, tuberosa, narciso, frésia, lírio-do-vale, cravo e íris. Na secagem, a composição libera um aroma de almíscar sintético que enfatiza o aspecto polvoroso da fragrância.

FarAway10. Far Away (Avon, 1994). Um dos maiores best-sellers de Avon, Far Away é um rico oriental floral com notas atalcadas e cremosas. A composição abre frutada e lactônica com um acorde de laranja, pêssego, osmanthus, coco e ylang-ylang, logo revelando um buquê de rosa, violeta, jasmim, lírio-do-vale, gardênia e frésia. Esse começo feminino e exuberante prossegue com uma base de sândalo, âmbar, baunilha e musk. Sexy e poderoso, Far Away é o perfume favorito da femme fatale, mas também odiado por muitos devido aos seus excessos.

RareGold11. Rare Gold (Avon, 1995). Rare Gold é um imenso buquê de flores brancas decorado com notas douradas de laranja, ylang-ylang, pêssego e âmbar. Frutado e tropical na saída, o perfume recebe um toque luminoso de aldeídos para maximizar o poder de seu coração inebriante e feminino. O aspecto indólico das flores brancas se funde harmoniosamente com a base balsâmica e amadeirada. Notas marcantes de baunilha e almíscar potencializam ainda mais seu caráter sedutor.

Journey12. Journey (Mary Kay, 1997). Representando bem os anos 90, Journey é um floral de nuances aquosas e frutadas. Com uma saída refrescante e translúcida de menta e lírio aquático, o perfume segue com um coração de adocicado e luminoso de damasco, frésia e peônia. Finalmente, Journey finaliza com um fundo seco e macio de madeira molhada e almíscar sintético. Limpo e agradável.

Elige13. Elige (Mary Kay, 1998). Adotando o gênero floral oriental, Elige abre borbulhante com um acorde de mandarina, frésia e calêndula, anunciando um coração inebriante de lírio, jasmim, tuberosa, ylang-ylang, peônia, cíclame e íris temperado com pimenta branca. A base fica a cargo de uma combinação amadeirada e balsâmica de sândalo, patchouli e mogno. Elige é elegante e ultrafeminino.

Domain14. Domain (Mary Kay, 2000). Criado pelo atual perfumista-chefe da Guerlain, Thierry Wasser, Domain foi o primeiro grande perfume masculino de Mary Kay. Trata-se de um aromático frutado com uma saída adocicada de maçã verde e sálvia, um coração gelado de menta e zimbro e uma base macia de baunilha e musk. Domain é uma fragrância simples e descomplicada fácil de usar e agradar.

Belara15. Belara (Mary Kay, 2000). Belara é um floral amadeirado musky de traços frutados e adocicados. A partir de uma saída frutada e aquosa de figo e flor de lótus, a composição explora a nota de mimosa com suas facetas polvorosa, melíflua e indólica. Belara é apoiado sobre um fundo seco e macio de sândalo e almíscar sintético que traz conforto e sofisticação ao perfume.

Perceive16. Perceive (Avon, 2000). Este oriental floral foi criado por Christopher Sheldrake, atual perfumista-chefe da casa Serge Lutens. Perceive tem uma saída adstringente de pimenta branca, antes de revelar um centro floral frutado de pera, ameixa, frésia, cravo e ylang-ylang. A composição finaliza com um fundo de sândalo, cedro, baunilha e musk. Apesar de ser um oriental, Perceive é ameno e bastante usável.

Haiku17. Haiku (Avon, 2000). Seguindo o gênero floral verde, Haiku abre com um acorde efervescente de yuzu e romã. Minutos depois, seu coração cintilante de lírio-do-vale e jasmim emerge cheio de graça. No dry-down, a fragrância integra um aroma quente e cremoso de sândalo, baunilha e musk. Haiku é um perfume limpo e discreto como se realmente tivesse sido concebido para mulheres asiáticas.

Incandessence18. Incandessence (Avon, 2001). Incandessence é um grande buquê de flores com nuances doces e quentes. Reunindo notas como cíclame, lírio-do-vale, orquídea, tulipa e peônia, a composição se faz intensamente floral, recebendo apenas toques de especiarias e baunilha na base. Incandessence perde pontos, todavia, por ter um caráter altamente sintético. Uma fragrância mediana.

LittleBlackDress19. Little Black Dress (Avon, 2001). Little Black Dress é um complexo e multifacetado oriental floral de nuances picantes e frutadas feito para ser usado à noite. Imponente, o perfume gira em torno de um buquê intoxicante de gardênia, jasmim, peônia e ylang-ylang. Notas de cíclame, madressilva, coentro, gengibre, ameixa e damasco enriquecem sua saída, enquanto sândalo, fava tonka e musk propiciam uma excelente longevidade. Elegante e confortável.

Velocity 20. Velocity (Mary Kay, 2001). Esta obra do perfumista Rodrigo Flores-Roux é um floral frutado de aura tropical. Velocity abre com um acorde suculento de tangerina, mangostão, amora e banana, aos poucos revelando um coração atalcado de rosa, íris, violeta e orquídea. A composição é sustentada por um fundo suave de madeiras nobres. O resultado é uma fragrância limpa e energizante.

MorenaFlor21. Morena Flor (Avon, 2001). Morena Flor é um floral amadeirado musky feito especialmente para o mercado brasileiro. Com uma saída aromática de mandarina e folhas verdes, a composição parte para um coração elegante de jasmim e patchouli. No dry-down, Morena Flor traz à tona um acorde robusto de musgo de carvalho, sândalo, baunilha e almíscar sintético. Praticamente um sabonete engarrafado.

LuzDosOlhosTeus22. Luz dos Teus Olhos (Avon, 2001). Assim como Morena Flor, este perfume também foi criado especialmente para as consumidoras brasileiras. De difícil classificação, a composição inicialmente exala um cheiro frutado de mandarina, abacaxi e tâmara. Na evolução, notas de flor de laranjeira, lírio-do-vale e rosa emergem, anunciando um fundo doce e cremoso de âmbar, baunilha e musk. Um oriental versátil.

Divine23. Divine (Oriflame, 2002). Este é um floral limpo e cremoso de aspecto soapy e levemente frutado. Abrindo com um acorde verde de bambu, kiwi, framboesa, jacinto aquático e violeta, Divine segue com um elegante buquê de rosa, frésia, jasmim e orquídea. A base fica a cargo da dupla de sândalo e musk que preserva a atmosfera tranquila e discreta da composição.

PurBlanca24. Pur Blanca (Avon, 2003). Pur Blanca é uma composição fresca e transparente constituída basicamente de flores com toques aquosos e musky. Com um topo refrescante de menta e frésia, o perfume revela um coração romântico de rosa, peônia e flor de lótus. Sua base de heliotrópio, sândalo e almíscar confere uma textura macia e polvorosa. Uma fragrância feminina para o dia a dia.

Treselle25. Treselle (Avon, 2003). Esta é uma boa opção para quem curte florais picantes. Treselle toma como centro um acorde de rosa, lírio, íris, lótus e tuberosa, enriquecendo-o com notas de pimenta e alcaçuz. Para manter uma aura leve e transparente, o perfume recebe como base um sedoso manto de musk. Treselle é uma agradável fragrância para dias de verão ou noites quentes.

Freya26. Freya (Oriflame, 2003). Fundada em 1967 na Suécia, Oriflame vem desde 1976 comercializando suas fragrâncias mundialmente e, recentemente, no Brasil. Freya é um brilhante floral aquático com traços de gengibre. A composição abre com notas verdes, cítricas e aquáticas, aos poucos fazendo emergir um buquê de rosa, lírio-do-vale e flores silvestres, com um fundo especiado. Na base, notas de cedro, sândalo e patchouli conseguem manter o clima crispy e aventureiro do perfume por longas horas.

Surrender27. Surrender (Avon, 2004). Esta é uma complexa criação de Avon que explora o gênero oriental com notas ozônicas. Surrender abre herbáceo e frutado com notas de bergamota, mandarina, louro, chá, pera e frésia, antes de evoluir para um coração floral dominado por rosa. A base fica a cargo de uma combinação de patchouli, âmbar e musk. Apesar de uma aura quente e cremosa, Surrender exibe um tom aquoso no início, conferindo certa transparência durante a evolução.

RarePearls 28. Rare Pearls (Avon, 2004). Rare Pearls é um floral oriental de traços picantes e frutados. Abrindo com um potente acorde de pimenta, ameixa e mel, a fragrância segue com um coração transparente e delicado de magnólia. A composição finaliza com um fundo de limpo e seco de patchouli, sândalo e musk. Rare Pearls é versátil e cai bem qualquer ocasião.

Wink29. Wink (Avon, 2004). Uma proposta floral frutada para mulheres mais jovens, Wink se concentra primeiro na suculência ácida de frutas vermelhas como groselha, framboesa e cranberry, além do frescor da toranja. Em seguida, a composição parte para um centro floral de frésia, lírio aquático, jasmim, rosa e flor de lótus sustentado por um fundo de madeiras nobres. Wink é uma fragrância otimista e descontraída.

Today30. Today (Avon, 2004). Dentro da trilogia Today, Tomorrow e Always, esta é uma fragrância floral verde com traços melífluos. Abrindo com um acorde fresco e luminoso de notas aquáticas, cacto e frésia, a composição logo revela um exuberante buquê de flor de laranjeira, tuberosa, hibisco e rosa, além de um toque de mel. Uma base de madeiras secas e musk garante a atmosfera limpa e seca do perfume.

Tomorrow31. Tomorrow (Avon, 2005). Tomorrow é um perfume feminino e poderoso que valoriza notas florais com nuances frutadas e herbáceas. Na saída, a composição traz notas de pimenta preta, calêndula e pêssego, para em seguida desabrochar-se em pétalas de peônia, violeta, jasmim e flor de laranjeira. A base de patchouli, pau-rosa, sândalo e musk produz um efeito encorpado e sofisticado. Tomorrow é feito para mulheres maduras e imponentes.

TomorrowMen32. Tomorrow for Men (Avon, 2005). A versão masculina mais bem-sucedida de Avon é este oriental amadeirado. Tomorrow for Men abre com limão tahiti e alcaçuz, anunciando um coração de anis, cacau, jasmim e violeta. A composição é apoiada sobre um fundo de patchouli, sândalo e âmbar. O resultado é uma fragrância que equilibra o verde-fresco com o escuro-quente de forma moderna e agradável.

Always33. Always (Avon, 2005). Depois de Today e Tomorrow, a marca lança Always, um floral frutado de atmosfera tropical. Com um topo relaxante de chá, kiwi e carambola, a composição segue com um centro delicado de jasmim, lírio-do-vale, papoula e tulipa. Seu fundo leve de bambu e musk ajuda a preservar o caráter energético e vibrante do perfume, feito para mulheres alegres e otimistas.

Extraordinary34. Extraordinary (Avon, 2005). Flertando com o universo gourmand, Extraordinary é um oriental floral com traços de champanhe e bombom. Lúdico e feminino, o perfume tem uma saída borbulhante de toranja, framboesa, goiaba e tangerina. Mais à frente, um exótico acorde central exala notas de orquídea, magnólia, flor de lótus, gengibre e pimenta preta. Feito para causar, Extraordinary deixa um intoxicante rastro doce e cremoso de sândalo, patchouli, baunilha, chocolate e musk.

01535. 015 (Avon, 2005). Este floral amadeirado feito para o público masculino é frequentemente descrito como uma versão mais simples do famoso 212 for Men de Carolina Herrera. Abrindo refrescante com cítricos e ervas finas, 015 em instantes revela um discreto coração de jasmim sustentado por um fundo seco de vetiver e musk. Infelizmente muito sintético e com curta duração.

Affection36. Affection (Mary Kay, 2006). Affection é um suave floral oriental de nuances frutadas e especiadas. O perfume abre com pimenta rosa e osmanthus (leve cheiro de damasco), anunciando um coração delicado de rosa e peônia. A finalização fica por conta de um acorde base de incenso e âmbar que produz um efeito denso e esfumaçado. Affection é ousado e chamativo, feito para seduzir.

CrystalAura37. Crystal Aura (Avon, 2006). Este floral almiscarado de traços frutados vem acompanhado de um cristal Swarovski em torno de seu borrifador. Suave e luminoso, Crystal Aura abre com u m acorde ácido e adocicado de carambola e osmanthus. Em seguida, a composição abraça uma romântica nota de rosa, encerrando com um fundo de madeiras nobres e musk. Crystal Aura é discreto como sugere o nome, ainda assim notável.

ImariSeduction38. Imari Seduction (Avon, 2007). Enquanto o original é um floral verde e aldeídico, Imari Seduction segue um caminho mais doce e balsâmico. Simples e linear, a fragrância reúne notas como ameixa, orquídea, âmbar, baunilha e musk para criar uma atmosfera exótica e sensual. Apesar de classificado como oriental, Imari Seduction é marcadamente frutado, especialmente pela ameixa.

MKHighIntensity  39. MK High Intensity (Mary Kay, 2007). MK High Intensity é uma fragrância masculina de traços aromáticos, ozônicos, amadeirados e balsâmicos. Abrindo revigorante com um acorde de erva-doce e sálvia, o perfume evolui para um centro relaxante de chá verde e folha de violeta. Na finalização, o dueto de madeiras nobres e âmbar forma uma aura escura e misteriosa que infelizmente tem curta duração na pele.

BellaBelara 40. Bella Belara (Mary Kay, 2007). Feito para mulheres mais jovens, Bella Belara é um floral frutado de aspecto polvoroso e amadeirado. A composição abre com um dueto suculento de nectarina e damasco, anunciando um buquê atalcado de rosa e jasmim. Para evitar que o perfume se torne enjoativamente doce, sua base leva um acorde de musgo de carvalho e madeiras nobres. Sexy e inocente.

WarmAmber41. Warm Amber (Mary Kay, 2008). Seguindo o gênero oriental floral, Warm Amber traz nuances amadeiradas e frutadas. A partir de um topo de romã e erva-de-são-joão, a composição desenvolve um elegante coração de jasmim, rosa e patchouli. No dry-down, Warm Amber aquece com um fundo balsâmico de sândalo e âmbar. Um oriental sensual e confortável a um preço bastante acessível.

Enigma42. Enigma (Oriflame, 2008). Concebido para mulheres misteriosas e carismáticas, Enigma é um moderno oriental floral de nuances frutadas e amadeiradas. Na saída, o perfume exala um acorde de pêssego e frésia, anunciando um buquê de jasmim, flor de laranjeira, orquídea e rosa. Tudo isso é “amarrado” por uma base de sândalo, patchouli, fava tonka, âmbar e baunilha. Enigma é feminino e sofisticado.

AmberElixir43. Amber Elixir (Oriflame, 2009). Este tributo ao acorde fantasia de âmbar traz consigo uma inusitada combinação de uva e amêndoas. O perfume abre com um cintilante topo de mandarina, cassis e uva, logo partindo para um coração atalcado de peônia, heliotrópio e amêndoas. Sua base fica por conta de um acorde encorpado de sândalo, âmbar e musk. Elegante, sexy e confortável.

LacroixAbsynthe44. Christian Lacroix Absynthe (Avon, 2009). Com uma “pegada” mais amarga, Christian Lacroix Absynthe explora o campo verde e aromático. Abrindo com um acorde adstringente de absinto, frésia e anis, o perfume desabrocha um buquê de narciso e orquídea temperado com açafrão. Na secagem, a composição se torna escura e defumada graças à sua base de ébano, mirra, âmbar e musk. Original e compartilhável.

Aromadisiac45. Aromadisiac (Avon, 2010). Esta é uma fragrância oriental floral rica em especiarias e musks. Aromadisiac abre efervescente com um topo de tangerina, gengibre e pimenta rosa, anunciando um coração intoxicante de flor de laranjeira, jasmim e heliotrópio. Na evolução, o perfume constrói uma atmosfera doce e polvorosa com seu fundo de sândalo, fava tonka, mel, âmbar, baunilha e musk. Por ser mais picante do que doce, Aromadisiac é polarizante.

RareDiamonds46. Rare Diamonds (Avon, 2010). Rare Diamonds é um floral oriental descrito por Avon como “extremamente denso, romântico e brilhante, digno de seu nome”. O perfume abre frutado com notas de ameixa e goiaba, seguindo com um buquê de jasmim, gardênia, orquídea e peônia. Rare Diamonds finaliza com uma base balsâmica de patchouli, cashmeran e âmbar. Uma fragrância equilibrada e versátil que cai bem em qualquer ocasião.

PreciousMoments47. Precious Moments (Oriflame, 2010). Este é um floral frutado luminoso e delicado voltado para o público feminino mais jovem. Precious Moments explora uma combinação suculenta de maçã e frutas vermelhas com a delicadeza das flores brancas (gardênia, jasmim, magnólia, lírio-do-vale) e o calor das madeiras nobres. No dry-down, Precious Moments faz emergir uma nota gourmand de caramelo. Cheiro de torta de amora.

Outspoken48. Outspoken by Fergie (Avon, 2010). Em parceria com a Avon, a cantora Fergie lança sua primeira fragrância assinatura, a qual dedica a mulheres fortes e corajosas. Classificado como oriental amadeirado, Outspoken chama atenção por seu fundo aveludado de açafrão, ébano, vetiver e couro. Notas frutadas (cassis, maracujá, carambola) e florais (jasmim, tuberosa) acabam tendo função coadjuvante. Um perfume marcante e ousado.

ThinkingOfYou49. Thinking of You (Mary Kay, 2010). Este é um oriental floral de nuances frutadas e cremosas. Abrindo com um topo suculento de mandarina, pêssego e ameixa, Thinking of You adentra um buquê branco de madressilva, lírio-do-vale e jasmim. Na secagem, sua base de patchouli, baunilha e musk emerge produzindo um efeito doce, quente e macio. Romântico e envolvente.

Mirage50. Mirage (Oriflame, 2010). A sueca Oriflame apresenta uma potente criação oriental floral bem ao estilo dos anos 80. Com uma rica saída de laranja e elemi, Mirage desabrocha um inebriante buquê de rosa e jasmim. Durante a evolução, o perfume esquenta e ganha consistência com uma base cremosa e defumada de vetiver, sândalo, âmbar e baunilha. Com seu frasco verde escuro em formato de maçã, Mirage não deixa de lembrar o clássico Poison de Dior, e isso talvez não seja totalmente uma coincidência.

Paradise51. Paradise (Oriflame, 2011). Boêmio e sofisticado, esta é uma criação floral musky e especiada de Oriflame. Paradise abre picante e frutado com notas de bergamota, frésia, pimenta rosa e preta, anunciando um denso buquê de rosa, peônia, jasmim e lírio-do-vale. A base é totalmente formada por sintéticos de aspecto suave e aveludado para preservar a leveza da fragrância. Paradise é, acima de tudo, uma rosa apimentada com uma boa dose de musk e cashmeran.

LovePotion52. Love Potion (Oriflame, 2011). Com uma proposta afrodisíaca, Oriflame introduz um oriental gourmand focado em notas de gengibre e chocolate. Com uma saída boozy e intoxicante de tangerina, gengibre e rum, Love Potion mergulha num acorde quente e cremoso de café, baunilha, chocolate e amêndoas. Uma bem-colocada nota de lírio-do-vale traz delicadeza e feminilidade, enquanto uma base de sândalo potencializa o efeito oriental e sedutor da composição.

Architect53. Architect (Oriflame, 2011). Feito para o público masculino, Architect é um fougére aromático com traços picantes e esfumaçados. A começar pelo frasco futurístico, o perfume tenta passar modernidade e inovação. Com um topo adstringente de limão, absinto e cardamomo, a composição em seguida mostra um caráter amadeirado com notas secas e refinadas de gaiaco, cedro e sequoia. Mais adiante, Architect se faz mais escuro e defumado com a ajuda de vetiver, tabaco e patchouli.

LittleRedDress54. Little Red Dress (Avon, 2011). Enquanto Little Black Dress é mais maduro, noturno e sensual, esta fragrância é mais jovial, versátil e lúdica. Abrindo com cítricos e frutas (framboesa e ameixa), Little Red Dress desabrocha um buquê romântico de rosa e jasmim apoiado sobre um fundo oriental de sândalo, âmbar e musk. Por ser bastante doce, convém moderar nas borrifadas.

Felicity55. Felicity (Oriflame, 2011). Com a missão de ser uma fantasia exótica fragrante que leva você a um mundo de princesas indianas, Felicity é um oriental floral de nuances picantes e doces. O perfume gira em torno de um buquê de frésia, lírio-do-vale, flor de laranjeira e jasmim, recebendo um topo de limão, pêssego, ameixa e canela. Tudo isso é carregado por uma base de sândalo, benjoim, baunilha e musk. Certamente uma fragrância mais para a noite ou dias frios.

LacroixNuit56. Christian Lacroix Nuit (Avon, 2011). A parceria entre Avon e o designer Christian Lacroix dá origem a mais um interessante perfume. Christian Lacroix Nuit remete às intoxicantes composições dos anos 80 ricas em flores brancas e incenso. O centro aqui é formado por notas de jasmim, narciso e tuberosa, enquanto o acorde bergamota-néroli traz brilho e o acorde âmbar-incenso confere mistério à fragrância.

ÉclatWeekend57. Éclat Weekend (Oriflame, 2011). Inspirado num fim de semana passado na Riviera Francesa, Éclat Weekend é um floral frutado suave e relaxante feito para mulheres modernas e joviais. A composição abre borbulhante com bergamota, pera, damasco e groselha, anunciando um coração tropical de bambu, rosa taif, lótus e jasmim-manga. A base fica a cargo de uma transparente combinação de musks.

CityRush58. City Rush (Avon, 2012). Este é um inusitado floral frutado que pende mais para o lado sombrio. Depois de uma saída de bergamota, hera e ameixa, City Rush adentra um coração de rosa, orquídea e dália negra. O destaque fica para um fundo carregado de patchouli, madeiras nobres e almíscar, formando uma aura esfumaçada e polvorosa em torno do perfume, mantendo seu aspecto doce.

GarotaDeIpanema59. Garota de Ipanema (Avon, 2012). Feito especialmente para o público feminino do Brasil, este é um floral frutado de traços anisados e balsâmicos. Garota de Ipanema abre com um acorde fresco e adocicado de mandarina, pera e damasco, aos poucos mostrando um coração romântico de rosa, peônia e lírio-do-vale “temperado” com alcaçuz. Seu fundo de sândalo, âmbar e musk “amarra” toda a composição, resultando num cheiro de praia.

Elvie60. Elvie (Oriflame, 2012). Mirado no público feminino mais jovem, Elvie é um floral frutado de traços ozônicos e almiscarados. Remetendo um pouco aos anos 90, a fragrância conta com um topo aquoso de cítricos, melancia e frésia, aos poucos revelando um coração cristalino de muguê, violeta e gardênia. Elvie finaliza com uma base suave de sândalo, âmbar e musk. Relaxante e inofensivo.

FarAwayExotic61. Far Away Exotic (Avon, 2012). Dezoito anos depois do fenômeno Far Away, Avon resolve lançar um flanker, enfatizando a faceta frutada tropical e lactônica do original. Assim, Far Away Exotic tem uma saída borbulhante de mandarina, especiarias e manga, anunciando um acorde central de rosa, jasmim e coco. Enquanto a versão tradicional finalizava com uma base âmbar-baunilha, Far Away Exotic se moderniza com patchouli e musk, deixando assim mais espaço para o tema central.

MirageDaydream62. Mirage Day Dream (Oriflame, 2013). Este flanker de Mirage, segundo a Oriflame, é “uma versão delicada que enfatiza romance e sensualidade, concebida para a moderna Alice no País das Maravilhas”. Desenvolvendo-se de forma linear, Mirage Day Dream combina notas de jasmim, lírio, castanha, baunilha, chantilly, cacau e bálsamo peru. O resultado é um perfume doce e cremoso porém leve e confortável.

FarAwayBella63. Far Away Bella (Avon, 2013). O maior best-seller de Avon ganha um flanker feito especialmente para meninas românticas e delicadas. Bem diferente do original, Far Away Bella é centrado numa cintilante nota de magnólia. O perfume abre com um sopro efervescente de tangerina, finalizando com uma base macia de fava tonka. Apesar da classificação de floral frutado, Far Away Bella está mais para uma colônia feminina.

LuizaBrunetRadiance64. Luiza Brunet Radiance (Avon, 2013). A ex-modelo brasileira empresta seu nome a este agradável floral amadeirado almiscarado. Com uma saída arejada de bergamota, pera e folha de violeta, a composição segue com um buquê cristalino de frésia, lírio-do-vale e íris. Luiza Brunet Radiance é apoiado sobre um fundo um tanto sintético de cedro, âmbar e musk. Cai bem para o dia a dia.

TodayTomorrowAlways65. Today Tomorrow Always (Avon, 2013). Depois dos sucessos comerciais que separadamente compõem o nome deste perfume, Avon resolve lançar uma quarta composição para completar a série. Today Tomorrow Always é apresentado como uma fragrância suave e romântica centrada num buquê de flores brancas (magnólia, jasmim, muguê). Um topo de cítricos, folhas verdes e pimenta vermelha produz frescor, enquanto um fundo de madeiras nobres e musk traz conforto.

Passion66. Passion (Avon, 2013). Na tentativa de oferecer uma fragrância sedutora, extravagante e glamourosa, Avon reúne notas de carambola, jasmim, baunilha, chocolate e almíscar sintético para compor este oriental floral quase gourmand. A contraposição entre o frutado ácido e o resinoso doce parece ter sido bem-sucedida considerando as ótimas avaliações de usuários.

AmberElixirNight67. Amber Elixir Night (Oriflame, 2013). Quatro anos depois do lançamento de Amber Elixir, a marca sueca aproveita de seu sucesso para lançar um flanker mais intenso e sedutor. Enquanto o original pode ser descrito como um âmbar amendoado de nuances florais e frutadas, Amber Elixir Night traz novos elementos como rosa, íris, benjoim e incenso. O resultado é um perfume mais quente e atalcado.

Vivacity68. Vivacity (Oriflame, 2013). Vivacity é um floral discreto e suave feito para o público feminino mais jovem. Centrado no dueto de flor de laranjeira e peônia, o perfume conta com um topo de mandarina, toranja e pimenta rosa responsável por abrir a composição com um frescor borbulhante. A base fica por conta de um acorde vetiver, âmbar e musk que traz textura sem interferir na essência.

FairyCityLights69. Fairy City Lights (Oriflame, 2013). Esta é uma boa pedida para os amantes de perfumes com cheiro de bala e caramelo. Fairy City Lights tem uma saída frutada de maçã e morango, anunciando um coração discreto de jasmim. No dry-down, a composição faz emergir um aroma marcante de amêndoas, doce de leite e outras “gordices”. Seu defeito é não durar mais que poucas horas na pele.

SirAvebury70. Sir Avebury (Oriflame, 2013). Esta é uma proposta amadeirada aromática para homens. Sir Avebury abre efervescente com um acorde marcante de toranja e pimenta rosa, logo seguindo com um coração herbáceo de chá preto, louro, cipreste e mate. Um festival de sintéticos como cashmeran, ambroxan e Iso E Super forma a base seca e crispy deste perfume agradável e inofensivo.

FarAwayGold71. Far Away Gold (Avon, 2014). O novo flanker do icônico Far Away aposta em ingredientes dourados como pêssego, ylang-ylang e âmbar. A composição recebe ainda notas de frésia, osmanthus, flor de laranjeira, jasmim, sândalo e baunilha para compor um inebriante aroma quente e doce. Apesar disso, Far Away Gold é bem equilibrado e pouco enjoativo, conseguindo manter o DNA do original.

Luck72. Luck (Avon, 2014). Luck é um floral frutado de nuances cítricas e amadeiradas. A composição abre com um acorde fresco de bergamota, mandarina e frutas vermelhas, anunciando um coração luminoso de flores brancas diversas. Finalmente, Luck exibe no dry-down um aroma cremoso e adocicado de sândalo e baunilha. Certamente uma opção frutada mais madura e sofisticada.

SecretFantasyMidnight73. Secret Fantasy Midnight (Avon, 2014). A coincidência do nome com a fragrância mais conhecida de Britney Spears não é por acaso. Secret Fantasy Midnight é um frutado gourmand que reúne notas de romã, ameixa, cereja com um toque floral e base de madeiras nobres, âmbar e musk. Simples e linear, o perfume é feito para meninas-moças que curtem os açucarados.

SurrealOcean74. Surreal Ocean (Avon, 2014). Particularmente apreciado pelas brasileiras, Surreal Ocean é um floral frutado de nuances cítricas e salinas. Abrindo com um energizante acorde de mandarina e coral (fantasia marinha), a composição segue com um transparente coração de gardênia e maçã. Um fundo sintético de cedro e âmbar finaliza o perfume. Nada sofisticado ou inovador, mas um agradável cheiro de verão.

Possess75. Possess (Oriflame, 2014). Possess é um chipre moderno concebido para ser “sensual e hipnótico”, inspirado na lenda de Cleópatra e Marco Antônio, segundo a marca sueca. A fragrância abre fresca e suculenta com notas de toranja, framboesa, abacaxi e frésia, anunciando um coração feminino e chamativo de flor de laranjeira e ylang-ylang. Um acorde base de patchouli, sândalo e baunilha “amarra” a composição.

LadyAvebury76. Lady Avebury (Oriflame, 2014). Depois do sucesso de Sir Avebury, Oriflame lança seu par feminino. Trata-se de um delicado chipre floral de traços cítricos e verdes. A composição abre luminosa e suave com bergamota, folha de cassis e chá. Em seguida, Lady Avebury passa a exalar um centro de rosa e patchouli, concluindo com um fundo de musgo de carvalho, camurça e cedro. Fresco, moderno e elegante.

DarkWood77. Dark Wood (Oriflame, 2014). Dark Wood, como o próprio nome sugere, é amadeirado, mas também com uma faceta especiada. Construído em torno da madeira de gaiaco, esta é uma fragrância simples e linear que traz também notas de tabaco branco e pimenta preta. O resultado é um aroma masculino e elegante, quente e macio, ligeiramente floral e picante. Excelente qualidade pelo preço.

Heartfelt78. Heartfelt (Mary Kay, 2014). Este perfume comercialmente bem-sucedido no Brasil é um floral frutado que equilibra o ácido e o doce. De um lado, a composição conta com um acorde de bergamota, groselha e frutas tropicais; de outro, um acorde oriental de sândalo, âmbar e baunilha. No meio de tudo isso, Heartfelt traz um coração polvoroso de rosa, violeta e ylang-ylang. Talquinho agradável.

MKHighIntensitySport79. MK High Intensity Sport (Mary Kay, 2014). Sete anos depois da introdução de MK High Intensity, Mary Kay lança sua versão esportiva. O aspecto ambarado e especiado dá lugar a uma combinação aromática de zimbro, menta, cardamomo e notas marinhas. MK High Intensity Sport faz relativo sucesso no Brasil graças à preferência do público masculino por esse tipo de aroma.

TruePassionNoir80. True Passion Noir (Mary Kay, 2014). Seguindo um caminho floral oriental, True Passion Noir traz também nuances marcantes de frutas. Com um topo borbulhante de maracujá, frésia e néroli, o perfume desabrocha um feminino buquê de rosa e jasmim. No dry-down, True Passion Noir esquenta com seu fundo balsâmico de sândalo, âmbar, baunilha e musk. Para quem curte os doces e atalcados.

Daydream81. Daydream (Avon, 2015). Na sequência de Today, Tomorrow e Always, Avon lança Daydream, um floral branco construído em torno da nota fantasia de gardênia, acompanhada por jasmim e flor de laranjeira. A inclusão de um acorde de gengibre e immortelle confere um toque especiado e herbáceo, enquanto o fundo de sândalo e mel traz cremosidade e elegância. Daydream é um floral luminoso e versátil feito para o dia a dia.

Attraction82. Attraction (Avon, 2015). Este é um floral musky com traços marcantes de frutas e âmbar. Attraction abre levemente doce e adstringente com notas de pera, amora e pimenta rosa, anunciando um centro feminino e delicado de jasmim e orquídea. No dry-down, o perfume exala um acorde base de labdanum, baunilha, chocolate e musk. Attraction resulta num aroma limpo e confortável.

RareAmethyst83. Rare Amethyst (Avon, 2015). Rare Amethyst é um floral frutado de traços polvorosos e balsâmicos. De simples construção, o perfume abre com um acorde suculento de ameixa. Em seguida, a composição avança no roxo com um centro atalcado de violeta. Tudo isso é sustentado por um fundo seco e esfumaçado de sândalo e almíscares sintéticos. Rare Amethyst é agradável e reconfortante.

OutspokenParty84. Outspoken Party by Fergie (Avon, 2015). Capitalizando no sucesso de Outspoken by Fergie, Avon lança esta variação floral frutada gourmand. Abrindo borbulhante e adocicado com um topo de framboesa, Outspoken Party by Fergie desabrocha um buquê macio e delicado de peônia. Na secagem, o perfume faz emergir um fundo cremoso e açucarado com uma nota fantasia de crême brûlée.

ImariElixir85. Imari Elixir (Avon, 2015). O novo flanker do clássico moderno de Avon aposta na simbiose de flores e frutas, além de um toque oriental. Imari Elixir tem uma saída divertida de mandarina, amora e maçã verde. Minutos depois, a composição traz um inebriante buquê de rosa, jasmim e ylang-ylang. Para trazer calor e sensualidade, Imari Elixir conclui com um fundo de patchouli, âmbar e baunilha.

LuizaBrunetPoderosa86. Luiza Brunet Poderosa (Avon, 2015). Avon lança mais uma criação feita especificamente para o mercado brasileiro. Desta vez, trata-se de um floral frutado gourmand equilibrado com notas cítricas. O perfume abre efervescente com toranja, maçã verde e pêssego, adentrando um coração transparente de lírio-do-vale e magnólia. Luiza Brunet Poderosa conclui com uma base encorpada e intoxicante de chocolate e musk.

SoFever87. So Fever (Oriflame, 2015). Adotando o gênero oriental especiado, So Fever é uma agradável combinação de notas de cítricos, frutas, especiarias e baunilha. Depois de uma saída de bergamota, ameixa, maçã, cassis e pimenta vermelha, o perfume revela um centro levemente picante de gengibre e alcaçuz. Finalmente, So Fever envelopa a composição num fundo de sândalo e baunilha.

DivineIdol88. Divine Idol (Oriflame, 2015). Descrita pela Oriflame como a fragrância que “glorifica a beleza e delicadeza do aroma das flores brancas”, este é um chipre floral moderno. Divine Idol abre com um acorde de mandarina, néroli e frutas vermelhas. Em seguida, a composição adentra um coração brilhante e atalcado de gardênia, íris e peônia. Tudo isso é apoiado sobre um manto de âmbar e musk.

GiordaniGoldEssenza89. Giordani Gold Essenza (Oriflame, 2015). Oriflame apresenta desta vez um floral amadeirado de aura cristalina e amadeirada. Depois de uma saída refrescante de bergamota, Giordani Gold Essenza passa a exalar um centro floral de lírio-do-vale, flor de laranjeira, gardênia, jasmim e tuberosa. Uma base seca de madeiras nobres ajuda a preservar a essência transparente e refrescante da composição.

MyNakedTruth90. My Naked Truth (Oriflame, 2015). My Naked Truth é um floral frutado de nuances polvorosas e amadeiradas. Centrado num coração feminino e delicado de osmanthus, rosa e damasco, o perfume abre suculento e adocicado com bergamota, flor de maçã e lichia. Notas de algodão, sândalo e cedro completam a estrutura da fragrância, deixando para trás um rastro feminino e atalcado.

avonfemme91. Femme (Avon, 2015). Femme de Avon é um floral frutado de traços cítricos e polvorosos. O perfume tem uma saída “azul” de ameixa e violeta, coberta por um sopro de toranja. Mais à frente, o perfume desenvolve um coração delicado e feminino de orquídea, magnólia e jasmim. A finalização fica por conta de uma base de madeiras nobres, pêssego, âmbar e musk.

innocentwhitelilac92. Innocent White Lilac (Oriflame, 2016). Seguindo o gênero floral verde, Innocent White Lilac traz consigo traços especiados e amadeirados. A composição abre com notas de folhas verdes, anunciando um centro atalcado de lilás que é realçado por heliotrópio. Muito suave e macio, Innocent White Lilac conta com um fundo seco e crispy inteiramente feito de madeiras nobres.

farawayinfinity93. Far Away Infinity (Avon, 2016). O maior best-seller de Avon ganhou em 2016 mais um flanker. Far Away Infinity continua no gênero floral oriental com seu buquê central de flores brancas, mas abre mão dos acordes lactônico pêssego-coco e polvoroso de rosa-violeta. O fundo da composição também continua feito de sândalo e baunilha. Ou seja, uma versão mais simplificada do original.

Veja também: Cosméticos e Nacionais

2 pensamentos sobre “Catálogo

  1. gosto muito dos perfumes da avon, acho q ai poderiam ter sido citados o spirit, o 015 vegas, neo aventura e alpha

  2. Os perfumes da avon sempre geram polêmica; far away tradicional creio ser o que mais da ti-ti-ti. Existe um forte preconceito com a marca infelizmente; apesar de que o far away se exagerar na dose fica insuportável. Quanto ao preconceito aposto que se investissem em colocar uma super star fazendo propaganda da marca….

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s