Flankers Intensos

IntensosO que significa ser intenso na perfumaria? Significa acrescentar especiarias ou trocar um jasmim por uma tuberosa, um cedro por um couro, um âmbar por uma baunilha, etc. Um perfume intenso não precisa ser eau de parfum (EDP). Concentração e intensidade são coisas diferentes – concentração tem a ver com o poder de exalação e fixação do perfume; intensidade tem a ver com o caráter e aroma do perfume. Perfume intenso tem personalidade forte. Imagine a seguinte comparação com o mundo da música: a canção pode estar num volume baixo ou alto (concentração) e pode ser pop ou rock (intensidade). Um perfume EDP estaria num volume alto e um perfume intenso seria rock. Às vezes, para aumentar a intensidade, o perfumista tem que aumentar a concentração da fragrância – tudo depende de cada composição. Pouco comum até os anos 90, as fragrâncias intensas viraram mania nos últimos dez anos. Seja intense, extreme, absolute, supreme ou essence (ou o equivalente em francês, italiano e espanhol), os designers descobriram neste tipo de flanker uma nova fonte lucrativa pegando carona no sucesso de um best-seller. Também há casos de flankers intensos criados para recuperar o fiasco de uma fragrância, tornando-a mais interessante. Não me leve a mal – existem casos em que o resultado ficou tão incrível que ninguém se lembra da versão tradicional.

(ordem cronológica por ano de lançamento)

EauSauvageExtreme1. Eau Sauvage Extrême (Dior, 1984). Intensificar um perfume cítrico é sempre complicado, pois grande parte do caráter cítrico é justamente ser leve. Eau Sauvage Extrême toma a fórmula do tradicional e injeta uma boa dose de patchouli, âmbar e especiarias, tornando-o mais encorpado. Sua saída é mais doce e pungente, por conta do acorde oriental da base, e sua evolução é mais herbácea e picante o original. Muitos fãs de Eau Sauvage rejeitam este flanker por tirar justamente a graça de um ícone para torná-lo uma fragrância mais comum.

BvlgariPHExt2. Bvlgari pour Homme Extrême (Bvlgari, 1999). Essencialmente mantendo o DNA amadeirado aromático com uma nota marcante de chá, Bvlgari pour Homme Extrême dá uma afiada nas notas de saída e inclui toranja, néroli e petitgrain, enquanto uma nota canforada de abeto fortalece o coração. A intensidade aqui não significa uma base mais pesada, mas sim um lado aromático mais valorizado. Bvlgari pour Homme Extrême mantém com competência a beleza do original, dando-lhe mais brilho e vivacidade.

PleasuresInt3. Pleasures Intense (Estée Lauder, 2002). A versão intensa do clássico de Estée Lauder dá um boost no buquê floral, tornando-o mais exuberante e luminoso, fresco e suculento. As pétalas de flores parecem mais vivas neste flanker, bem como as folhas que o envolvem. Uma nota de maple, além de cassis e amora, acrescentam um pouco de doçura, porém sem tornar a composição enjoativa. Na secagem, Pleasures Intense tem um aspecto macio de roupa lavada. O resultado final é uma atmosfera de floricultura onde os aromas estão todos misturados em harmonia, sem que possamos distingui-los individualmente.

BossIntense4. Boss Intense (Hugo Boss, 2003). Segundo a marca alemã, “Boss Intense é uma fragrância quente e sensual criada para a mulher com iniciativa; ela está no controle, sendo ao mesmo tempo poderosa e feminina”. Para tanto, o perfume incorpora um topo de flor de laranjeira, kumquat e especiarias quentes, um centro de rosa, jasmim e orquídea, e uma base de sândalo, patchouli, benjoim, âmbar, baunilha e musk. O resultado é um floral quente e sensual de tirar o fôlego.

PradaAmberIntense5. Prada Amber Intense (Prada, 2005). Diferente do original, Prada Amber Intense abre com um forte aroma seco e masculino de patchouli e almíscar. Logo o perfume revela suas notas florais de coração, conferindo maior feminilidade. A intensidade aqui está no reforço da base com uma combinação de fava tonka, bálsamo Peru, labdanum e baunilha que sensualizam o perfume. Prada Amber Intense é uma fragrância densa e complexa feita para mulheres independentes e decididas.

StellaRoseAbsolute6. Stella Rose Absolute (Stella McCartney, 2005). Depois do sucesso da versão tradicional, lançada em 2003 e que trouxe uma interpretação moderna da nota de rosa, a designer inglesa Stella McCartney resolve oferecer uma versão mais intensa de sua fragrância assinatura. A construção básica de mandarina, rosa, peônia e âmbar permanece, porém a esta última nota se mostra mais intensa e longeva na pele. Por outro lado, Stella Rose Absolute perde a leveza e frescor do original.

FlowerbombIntense7. Flowerbomb Extreme (Viktor & Rolf, 2006). Inicialmente introduzido como edição limitada, Flowerbomb Extreme fez tanto sucesso que se tornou definitivo. Na saída, o perfume exala um acorde de bergamota-jasmim, caminhando para um coração de flores brancas e osmanthus. Uma base de patchouli, âmbar, benjoim e baunilha concluem a composição. Esta versão é mais escura e sensual que a tradicional, com um pano de fundo mais para chocolate do que caramelo.

PradaPHIntense8. Prada Amber pour Homme Intense (Prada, 2006). Este perfume é ancorado num acorde âmbar rico e complexo com notas de labdanum, baunilha, patchouli e fava tonka. Além do seu acorde principal, também tem um lado aromático com um aspecto soapy (gerânio, vetiver, flor de laranjeira e mirra), um lado cítrico-picante (bergamota, mandarina, néroli e cardamomo) e um lado couro-amadeirado (couro, sândalo e açafrão). Prada Amber é um perfume refinado, metade limpo e metade chique. Concentração EDP.

DoubleBlack9. Polo Double Black (Ralph Lauren, 2006). Polo Double Black segue a ideia de seu precursor e apresenta uma composição oriental fresca construída ao redor da manga. A versão intensa acrescenta notas de café e especiarias (noz moscada, pimenta e cardamomo), enquanto o Polo Black original valoriza mais o patchouli. Polo Double Black é feito para homens que gostam de uma fragrância mais picante com um ângulo frutado. Bem sensual e envolvente.

VetiverExtreme10. Vétiver Extrême (Guerlain, 2007). Para tornar o clássico Vétiver de Guerlain mais intenso, Vétiver Extrême recebeu notas de especiarias frias (gengibre e alcaçuz) e ervas finas (estragão e artemísia), além de incenso. Ou seja, o que antes era uma fragrância que interpretava a nota de vetiver agora se tornou uma fragrância que apenas contém vetiver. Quem aprecia a nota crua, vai preferir o tradicional; os demais talvez possam aprender a apreciá-la com este competente flanker.

JadoreLabsolu11. J’Adore l’Absolu (Dior, 2007). O terceiro perfume mais vendido do mundo é aqui recriado para ser ainda mais bonito e exuberante. Intenso aqui não significa ser mais doce, porém ser mais marcante. Enquanto o característico lado frutado de J’Adore é mantido, seu buquê de flores é enriquecido com ylang-ylang e as notas de jasmim, rosa e tuberosa são mais naturais e potentes. Mais cremoso, mais feminino, mais intenso – J’Adore l’Absolu é recomendado a quem tem saudades das bombas florais dos anos 80 e gostaria de uma versão mais contemporânea.

TFExtreme12. Tom Ford for Men Extreme (Tom Ford, 2007). Esqueça a versão tradicional de Tom Ford (um amadeirado comum e caro) e vá direto ao flanker Extreme. Este perfume é um amadeirado aromático encorpado com cinco notas principais: trufa (ambarado e terroso), sândalo com cedro (cremoso), patchouli (achocolatado) e figo (lactônico), além de um limão efervescente na saída. Mesmo com tantas notas adocicadas, o resultado final é bem balanceado e elegante.

ZegnaIntenso14. Zegna Intenso (Zegna, 2007). Enquanto os perfumes anteriores de Zegna transmitem elegância, desta vez a grife introduz uma opção dedicada à sedução. Zegna Intenso começa fresco e vibrante com notas de mandarina, limão siciliano, cardamomo e pimenta rosa, porém vai se aquecendo durante a evolução. Minutos depois da aplicação, a fragrância vai compondo e revelando um acorde apaixonante de íris, sândalo, âmbar, fava tonka, baunilha e musk.

LEauIsseyIntense14. L’Eau d’Issey pour Homme Intense (Issey Miyake, 2007). O best-seller do designer japonês Issey Miyake ganha uma versão esfumaçada e balsâmica. Com uma saída efervescente de yuzu, toranja, bergamota e laranja, L’Eau d’Issey pour Homme Intense introduz uma nota aquática de flor de Lótus, recortada de cardamomo, noz moscada e canela. Um clima lânguido e relaxante é formado por uma base de papyrus, incenso, benjoim, âmbar e musk.

PlayHimIntense15. Play Intense (Givenchy, 2008). Esqueça a versão tradicional; este flanker para balada é que realmente vale a pena. Esta fragrância cheira a bala de café com pimenta vermelha. Play Intense é feito especialmente pra vida noturna – não consigo imaginá-lo sendo usado durante o dia, mesmo em baixas temperaturas. Além de projeção e silagem excelentes, este perfume também excede as expectativas em fixação. Deixa um vestígio delicioso de café no travesseiro.

EuphoriaMenIntense16. Euphoria Men Intense (Calvin Klein, 2008). Esta é provavelmente a melhor fragrância masculina de Calvin Klein. Euphoria Men Intense abre picante (pimenta e gengibre) e herbáceo (sálvia e manjericão) antes de revelar notas orientais de mirra, âmbar, labdanum e oud. Este flanker é uma versão mais escura e sensual do original, unindo o melhor das madeiras e das resinas. Como um típico perfume de Calvin Klein, Euphoria Men Intense tem um quê de sintético, mas com ótimo custo-benefício.

GuerlainHommeIntense17. Guerlain Homme Intense (Guerlain, 2009). Mais sensual e envolvente que o tradicional, esta versão preserva o DNA de Guerlain Homme e enfatiza as notas de menta, ruibarbo e rum. O coração de gerânio e a base de patchouli, cedro e vetiver permanecem, porém a concentração agora é eau de parfum. Guerlain Homme Intense tem uma poderosa saída de mojito antes de evoluir para um aspecto mais sério e refinado. A secagem é essencialmente amadeirada e canforada. Concentração EDP.

NarcisoHerMusc18. Narciso Rodriguez for Her Intense (Narciso Rodriguez, 2009). Além de maior quantidade de musks, a versão intensa de Narciso Rodriguez for Her ressalta o aroma de flores brancas com flor de laranjeira, jasmim e ylang-ylang. Na saída, a fragrância tem aspecto canforado e medicinal, resultante da interação entre o patchouli da base e as flores do coração. Na evolução, Narciso Rodriguez for Her Intense se torna mais quente e almiscarado, levemente soapy, com um toque sensual de mel. É um perfume íntimo e envolvente.

FHAbsolute19. Fahrenheit Absolute (Dior, 2009). Muitos que não apreciam o Fahrenheit tradicional acabam gostando deste flanker. O fato é que a polêmica do original está na potência da nota de folha de violeta, aqui não enfatizada. Fahrenheit Absolute se concentra nas notas mais escuras como couro, oud, mirra e incenso. O resultado final é um aroma balsâmico, polvoroso e esfumaçado. Enquanto Fahrenheit está mais para o couro sofisticado, Fahrenheit Absolute está mais para o couro sensual. Descontinuado.

VeryIrresIntense20. Very Irrésistible l’Intense (Givenchy, 2010). A ideia aqui foi dar um aspecto de rock & roll para o Very Irrésistible tradicional, mudando o foco de menina-moças para mulheres adultas. A composição original é agora reforçada com ameixa, rosa turca (mais suculenta que a rosa de Maio), patchouli e musk, além de açafrão, tabaco e incenso. O resultado é uma bomba frutada licorosa e picante com um pé nos anos 80, porém com efeito contemporâneo.

PlayHerIntense21. Play for Her Intense (Givenchy, 2010). Diferente do Play for Her tradicional, que é um perfume floral mediano nada marcante, este flanker ousa ao enfatizar as notas de resinas (fava tonka e benjoim), ao mesmo tempo em que preserva as notas de pimenta rosa, orquídea, flor de laranjeira, tiare, pêssego, sândalo, patchouli e musk do original. Play for Her Intense é um floral oriental com um interessante aroma de chocolate nada doce. Excelente opção para baladas.

LeMaleTerrible22. Le Mâle Terrible (Jean-Paul Gaultier, 2010). Em francês, “terrible” pode significar tanto terrível como maravilhoso – depende da entonação. De qualquer forma, não é algo que passe sem ser percebido. Le Mâle Terrible é o vigésimo oitavo flanker de Le Mâle, desta vez modernizado com um topo de toranja e pimenta rosa no lugar de menta e ervas finas. É claro que a alteração modifica todo o resto da fragrância, provavelmente desagradando os fãs da fragrância original, que contrasta bem o lado fresco e gelado com o lado doce e cremoso. Le Mâle Terrible é mais picante e encorpado.

ChloeIntense23. Chloé Intense (Chloé, 2010). Se o Chloé tradicional é um jardim de rosas primaveril, o flanker intenso apresenta um exuberante jardim de inverno. Chloé Intense é construído em torno da rosa, que é aqui trabalhada com pimenta rosa, sândalo, incenso e fava tonka. O resultado é um perfume mais escuro e denso, bem diferente do original luminoso e atalcado. Chloé Intense é como um punhado de pot-pourri, com uma colher de geleia, dentro de uma igreja.

LoveIntense24. Love Eau Intense (Chloé, 2011). O grande floral polvoroso de Chloé agora é oferecido na versão intensa. A diferença não está na quantidade de flores, e sim na base de baunilha e bálsamo tolu, além da maior ênfase na nota amendoada de heliotrópio. Love Eau Intense resulta num aroma mais doce, mais quente e profundo que o original. No dry-down, o aspecto balsâmico e levemente salgado fica mais perceptível, ainda que mantendo a leveza da composição.

BodyIntense25. Body Intense (Burberry, 2011). Feito para ser acima de tudo um perfume confortável, Body Intense se baseia na fórmula do original para valorizar o efeito floral em meio a baunilha e musk. A construção de rosa, íris, pêssego, sândalo e âmbar é mantida, com menos ênfase no ângulo frutado e mais no polvoroso. O resultado é uma fragrância feminina quente, cremosa e macia composta por sintéticos como cashmeran e musks. Body Intense não é super original, mas cumpre seu papel.

SoloAbsolute26. Solo Assoluto (Loewe, 2011). Mantendo a fórmula básica do original, porém sem a nota frutada de goiaba, Solo Assoluto abre mais intenso com notas de lavanda, néroli e mandarina. Neste flanker, o coração é mais floral com uma nota de orquídea aliada a fava tonka. Solo Assoluto tem uma base ambarada e incensada com sândalo. No geral, esta versão é mais doce e cremosa que o Solo tradicional, com uma interessante secagem de incenso de fundo cítrico.

DHI27. Dior Homme Intense (Dior, 2011). Também conhecido por DHI, este perfume é o segundo mais desejado pelos mais ousados. Tem em sua composição a mesma íris enorme do Dior Homme tradicional, que lhe dá um cheiro de batom (quem nunca quis comer um batom?). A diferença está no cheiro de torta de maçã em que suas diversas notas resultam. Deveria haver uma lei que obrigasse todo mundo a provar esta fragrância pelo menos uma vez na vida. Concentração EDP.

GuiltyIntenseHer28. Guilty Intense (Gucci, 2011). Guilty Intense preserva a fórmula do original, carregando-a de pimenta rosa e lilás. Depois de uma saída cítrica, a fragrância evolui para um aroma de pimenta rosa, lilás e patchouli, apoiada numa base de heliotrópio e âmbar. Guilty Intense tem um aspecto bastante atalcado, o que o torna feminino, romântico e ligeiramente melancólico. A versão intense é ideal para sair à noite, se esse tipo de fragrância lhe agrada.

GuiltyIntenseHim29. Guilty Intense pour Homme (Gucci, 2011). Ao contrário de Guilty pour Homme, que é uma fragrância amadeirada aromática mediana, este flanker é mais interessante. Uma nota picante de coentro é introduzida, enquanto as notas de patchouli e âmbar do original são ressaltadas. Agradável e ao mesmo tempo sensual, Guilty Intense pour Homme abre com um frescor de limão com lavanda, evolui para um coração floral fresco de flor de laranjeira e néroli, e conclui com uma base de patchouli, cedro e âmbar.

AHSExtreme30. Allure Homme Sport Eau Extrême (Chanel, 2012). Allure Homme Sport nunca foi um perfume verdadeiramente esportivo, então este flanker é menos ainda. A construção do original é mantida, porém sua base oriental de fava tonka e sândalo é valorizada, traduzindo-se numa fragrância potente e energizante. A nota de mandarina e menta, acompanhadas de aldeídos e dihidromircenol (odor sport), garantem o contraste do cremoso e doce com o do seco e fresco.

AuMasculinMidnight31. Lolita Lempicka Au Masculin Midnight (Lolita Lempicka, 2012). O alcaçuz, assinatura olfativa de Lolita Lempicka, é aqui trabalhado de forma misteriosa, opulenta e masculina. Para torná-la mais carnal, a versão intensa recebe notas de mirra e oud, com um resultado mais oriental do que gourmand. Lolita Lempicka Au Masculin Midnight é bem similar ao tradicional, portanto mais indicado para quem realmente curte a fragrância.

AlienEssence32. Alien Essence Absolue (Thierry Mugler, 2012). Doce e licoroso, Alien Essence Absolue agrega incenso e mirra à fórmula do original. Portanto o significado de “essence absolue” aqui é “torná-lo mais oriental”. Com muito mais baunilha do que o Alien tradicional, este flanker pode ser enjoativo para os fãs incondicionais. A nota de cashmeran é aqui introduzida para conferir um aspecto macio de pele de bebê. Uma borrifada de Alien Essence Absolue é normalmente o suficiente.

1MillionAbsolutely33. 1 Million Absolutely Gold (Paco Rabanne, 2012). A versão original e esta abrem de forma similar com uma profusão de aroma cítrico de mandarina e laranja. Na evolução, 1 Million Absolutely Gold se mostra mais denso e quente, com uma marcante nota de canela. Na secagem, a nota metálica do tradicional é abafada por um intenso acorde âmbar-couro. No geral, as duas versões são parecidas, porém o flanker é mais maduro, com aroma menos sintético e mais arredondado. Concentração EDP.

AdGEssenza34. Acqua di Gio Essenza (Armani, 2012). Dezesseis anos depois do lançamento do ícone Acqua di Gio, Armani lança sua versão intensa em concentração eau de parfum. Acqua di Gio Essenza tem o lado aquático do original atenuado, focando em suas facetas amadeirada e ambarada. A fragrância abre com notas energizantes de toranja e calone (aquática), caminhando para um buquê de ervas finas e flores. Por alguns momentos Acqua di Gio Essenza se torna soapy e depois fecha com uma base seca e limpa de âmbar e madeiras nobres. Concentração EDP.

FanFendiExtreme35. Fan di Fendi Extreme (Fendi, 2012). O designer italiano Fendi escolheu a nota de couro como assinatura de suas fragrâncias. Aqui, o flanker mantém o acorde cítrico-tuberosa-couro, porém trocando as frutas do original por baunilha. O resultado é um perfume mais para uma femme fatale que para uma menina-moça. Sofisticado e imponente, Fan di Fendi Extreme é uma boa pedida para uso no escritório, mostrando personalidade sem incomodar ninguém.

36. Be BeDeliciousIntenseDelicious Intense (Donna Karan, 2012). O famoso “xampu” de maçã verde de Donna Karan ganha agora sua versão intensa. O DNA do original é preservado com sua saída cítrico-frutada de toranja, maçã verde e magnólia, bem como o coração de violeta, rosa, lírio-do-vale e tuberosa, e a base de sândalo e âmbar. A diferença está na nitidez de cada acorde, com o fresco mais vibrante, o floral mais luminoso e o ambarado mais cremoso. Be Delicious Intense é mais divertido e longevo, com menos aspecto funcional.

InfusionAbsolue37. Infusion d’Iris Absolue (Prada, 2012). Enquanto o Infusion d’Iris tradicional está mais para cheiro de limpeza, este flanker vem para trazer sofisticação e opulência. Dispensando notas cítricas, Infusion d’Iris Absolue abre com flor de laranjeira e néroli, antes de revelar um acorde central atalcado e vegetal de íris e lentisco. Nesse ponto, nota-se que a fragrância é mais quente e encorpada. Na secagem, benjoim, fava tonka, baunilha e musk imprimem conforto e sensualidade. Indicado para homens e mulheres que curtem L’Heure Bleue e N°19 Poudré.

OnlyTheBraveTattoo 38. Only the Brave Tattoo (Diesel, 2012). Sempre inovadora, a famosa grife de jeans italiana resolveu adota o sufixo “tattoo” para seus flankers intensos. Enquanto a versão original era centrada no contraste entre um acorde cítrico e outro balsâmico, Only the Brave Tattoo segue um caminho totalmente distinto. A composição foca nas notas maçã, pimenta preta e tabaco, criando uma bomba frutada e picante ao estilo de Black XS. Feito para seduzir na balada.

LoverdoseTattoo39. Loverdose Tattoo (Diesel, 2013). O flanker de Loverdose troca as notas de anis e alcaçuz por um acorde lactônico e amendoado que sustenta toda a composição. Com uma baunilha mais intensa, além de seu cheiro de bolo, Loverdose Tattoo entra de vez no gênero gourmand. A fragrância conta ainda com um topo de mandarina e cassis e um centro de rosa, jasmim e flor de laranjeira, tudo para criar uma harmonia entre o belo e o sexy, o confortável e o quente.

1MillionIntense40. 1 Million Intense (Paco Rabanne, 2013). Enquanto a proposta do flanker 1 Million Gold Absolutely, lançado um ano antes, era ter uma concentração mais elevada e ser mais luxuoso com um fundo pronunciado de couro, 1 Million Intense segue em outra direção. A ideia aqui é diminuir o contraste entre o quente (âmbar) e o gelado (menta) do original para investir num corpo mais floral e elegante. Assim, esta composição une notas de açafrão, cardamomo, pimenta, canela, rosa e flor de laranjeira, apoiadas sobre uma base mais cremosa e powdery de sândalo, orris e couro. Pode-se dizer que 1 Million Intense é uma versão mais romântica e arredondada.

MercedesIntense41. Mercedez-Benz Intense (Mercedez-Benz, 2013). O preconceito contra fragrâncias de marcas de carros é evidente, mas existem algumas exceções. Mercedez-Benz Intense se baseia na fórmula original (cítricos, folha de violeta, pimenta, vetiver e patchouli) para produzir uma versão mais encorpada e potente. O resultado é um perfume amadeirado picante com nuances aquáticas e um aroma interessante, não muito comum.

ElieSaabIntense42. Elie Saab Le Parfum Intense (Elie Saab, 2013). A assinatura de Elie Saab, criada pelo perfumista Francis Kurkdjian, é flor de laranjeira com mel. Enquanto o tradicional Elie Saab Le Parfum pode ser usado durante o dia a dia no escritório, esta versão foi concebida para um encontro sensual. Da saída provocante e intoxicante de flor de laranjeira à secagem cremosa e erótica de mel, patchouli e âmbar, Elie Saab Le Parfum Intense impressiona com sua aura estonteante.

LEauDIsseyAbsolue43. L’Eau d’Issey Absolue (Issey Miyake, 2013). O designer japonês Issey Miyake tem o costume de usar o nome de seus best-sellers em flankers que tem pouco a ver com eles. Exceto pela presença da nota de flor de Lótus, este é um oriental floral espesso carregado de tuberosa e mel, com baunilha e madeiras nobres na base. L’Eau d’Issey Absolue é um perfume elegante e feminino, mais apropriado para uso noturno por ser tão marcante e sedutor.

BentleyIntense44. Bentley for Men Intense (Bentley, 2013). Com notas marcantes de rum e incenso, Bentley for Men Intense propicia uma atmosfera sensual e misteriosa. Sua saída revela notas de louro e pimenta, evoluindo para um coração de rum, canela, sálvia e gerânio. Na secagem, o perfume se mostra amadeirado e resinoso com um fundo de couro e incenso. Bentley for Men Intense é mais um exemplo de fragrância bem-sucedida de marca de carro, quebrando todos os paradigmas.

LunaRossaExtreme45. Luna Rossa Extreme (Prada, 2013). Enquanto o Luna Rossa tradicional é uma fragrância simples e comum, este flanker acerta ao incorporar a fórmula fougère aromática do original para compor um fougère oriental. Notas de pimenta, âmbar e baunilha são adicionadas para trazer volume e densidade à composição. Luna Rossa Extreme resulta num perfume bem equilibrado, aproveitando bem o contraste entre seus lados aromático e oriental. Concentração EDP.

LegendIntense46. Legend Intense (Montblanc, 2013). Com o Legend tradicional sendo eternamente comparado com restrições a Fierce de Abercrombie & Fitch, a versão intensa agora sim está bem mais próxima do concorrente. Tudo é mais potente: a saída de bergamota, abacaxi, lavanda e verbena, a evolução de maçã, cardamomo, gerânio, rosa e jasmim, e a base de sândalo, fava tonka e âmbar. De qualquer forma, Legend Intense continua sendo um aromático fougère e não um perfume de balada.

BvlgariManExtreme47. Bvlgari Man Extreme (Bvlgari, 2013). Três anos depois do lançamento de Bvlgari Man, a grife italiana investe na versão intensa de seu best-seller. Em vez de realçar o lado balsâmico e melífluo do original, Bvlgari Man Extreme, na verdade, reforça seu aspecto aromático. Com notas adicionais de toranja, cacto, frésia e cardamomo, a nova fragrância propicia um efeito fresco e picante, em contraste com a base quente e esfumaçada de vetiver, benjoim e madeiras nobres.

CavalliNeroAssoluto48. Roberto Cavalli Nero Assoluto (Roberto Cavalli, 2013). Elegante e sofisticado, Roberto Cavalli Nero Assoluto foi feito para uso noturno. O perfume abre com uma orquídea luminosa, evoluindo para um coração quente de baunilha e finalizando com um ébano defumado. A combinação de notas é bem balanceada, com nenhum ingrediente se sobressaindo. No geral, Roberto Cavalli Nero Assoluto é um floral mais amadeirado com nuances doces de baunilha.

DGFemmeIntense49. Dolce & Gabbana pour Femme Intense (Dolce & Gabbana, 2013). Para produzir a versão intensa de Dolce & Gabbana pour Femme, a grife resolveu focar no marshmallow, mantendo todas as notas e estrutura. Assim, a fragrância abre fresca e cítrica com mandarina e néroli, passando rapidamente por um centro de flores brancas, e concluindo com notas de sândalo e marshmallow. Esta última é doce ao extremo, dominando toda a composição. Dolce & Gabbana pour Femme é especialmente feito para quem curte um gourmand mais literal.

LHommeParfum50. L’Homme Parfum Intense (Yves Saint Laurent, 2013). O clássico amadeirado especiado de Yves Saint Laurent ganha uma versão concentrada e mais intensa. A maior diferença está no acorde ambarado do parfum, diferente da base seca de cedro e vetiver da versão EDT. L’Homme Parfum Intense também troca o gengibre pela pimenta e o manjericão por uma combinação de flor de laranjeira e artemísia. O resultado é uma fragrância completamente diferente, muito mais sensual, arrojada e elegante. Concentração EDP.

BrightCrystalAbsolu51. Bright Crystal Absolu (Versace, 2013). Com seu aroma floral frutado fresco, Bright Crystal conquistou uma geração de moças ao redor do mundo. O próximo passo foi lançar uma versão mais potente, enriquecendo o topo com notas de yuzu, romã e menta, ressaltando o brilho do centro com framboesa, flor de lótus, peônia e magnólia e, finalmente, conferindo mais corpo e maciez à base com ébano, âmbar e musk. Bright Crystal Absolu é o original em esteroides, ou seja, maior projeção e longevidade, mantendo o DNA.

LeRoySoleilExtrême52. Le Roy Soleil Extrême (Salvador Dalí, 2013). O suave amadeirado aromático do original agora dá lugar a um oriental fougère mais picante e suculento. Le Roy Soleil Extrême brinca com a dualidade entre aromático-fresco e ambarado-quente para criar um efeito mais complexo e inusitado. De um lado, notas cítricas, maçã, abacaxi, lavanda e cardamomo; de outro, musgo de carvalho, vetiver, âmbar e musk. O resultado é revigorante e confortável, viril e refinado.

BaiserVoléEssencee53. Baiser Volé Essence de Parfum (Cartier, 2013). O Baiser Volé tradicional é basicamente feito em torno do lírio-do-vale com notas cítricas e verdes, em perfeito equilíbrio. A proposta da perfumista Mathilde Laurent foi reforçar a nota floral, utilizando extratos tanto de folhas como pétalas, além de uma base de baunilha. Baiser Volé Essence de Parfum consegue emular um lírio desabrochado que equilibra com competência seu lado fresco-luminoso e intenso-sedutor.

GoldSugar54. Gold Sugar (Aquolina, 2013). Depois do sucesso de Pink Sugar, a marca italiana Aquolina introduz mais um gourmand, desta vez inspirado no crème brûlée. Gold Sugar tem toda a doçura de seu antecessor, porém é mais carregado de notas douradas como laranja e caramelo queimado, além de coco e sândalo, que juntos foram um aroma cremoso de chantilly. Uma flor de laranjeira é estrategicamente colocada no centro da composição para conferir certa graça.

BlackSugar55. Black Sugar (Aquolina, 2013). Para uma interpretação escura e misteriosa do açúcar, Aquolina aposta no uso de notas orientais. Depois de uma saída frutada de framboesa, Black Sugar adentro um acorde defumado de sândalo, couro, incenso e mirra. Finalmente, a composição finaliza com um fundo cremoso oud e baunilha. Black Sugar é surpreendentemente maduro e diferente de tudo que a casa já lançou.

BodyGold56. Body Gold (Burberry, 2014). Diferente do original, que se situa no gênero floral musky, este flanker ganha corpo e passa a ser um floral oriental. Depois de um acorde inicial de pêssego, frésia e cannabis, Body Gold desenvolve um centro atalcado de rosa, íris e sândalo. Na secagem, o perfume torna-se seco e aveludado graças a uma base de âmbar, baunilha, cashmeran e musk. Uma versão mais doce e quente de Burberry Body.

CoutureGold57. Viva la Juicy Gold Couture (Juicy Couture, 2014). Se o sufixo “couture” significa mais chique e glamouroso, o que se pode esperar do flanker de um floral frutado gourmand feito para meninas? No caso de Viva la Juicy Gold Couture, a porção de caramelo é levemente reduzida, favorecendo o acorde âmbar-sândalo. Mantendo o DNA de flores brancas e frutas do bosque, a fragrância perde no lúdico e ganha na sofisticação, sobretudo na maturidade.

JoopHommeExtrême58. Joop Homme Extreme (Joop, 2014). Assim como Joop Homme Wild (rum/tabaco), Joop Homme Extreme é uma versão mais equilibrada do tradicional, com seu pontudo acorde floral amendoado e picante. Esta fragrância busca ser sexy com a ênfase nas notas de especiarias quentes, cacau, patchouli e couro. Mesmo com a presença da assinatura do original, Joop Homme Extreme acaba sendo mais sofisticado e versátil. Obviamente, isso é ruim para os fãs de Joop Homme, que provavelmente se decepcionarão com o flanker. E quem não gosta do original dificilmente chegará perto deste.

GentlemenOnlyIntense59. Gentlemen Only Intense (Givenchy, 2014). O discreto amadeirado e esfumaçado Gentlemen Only ganha uma versão oriental. Com a intenção de trazer sensualidade sem comprometer a elegância, Gentlemen Only Intense combina um acorde couro-patchouli com um acorde incenso-âmbar. Notas de mandarina e pimenta preta conferem uma aura vibrante e picante. Na secagem, Gentlemen Only se apresenta quente e cremoso, com nuances sedutoras de chocolate.

JourHermesAbsolu60. Jour d’Hermès Absolu (Hermès, 2014). Para a versão absolu de Jour d’Hermès, o perfumista Jean-Claude Ellena decidiu valorizar as notas de flores brancas, diminuir as cítricas e incluir uma nota frutada de flor de damasco. Em vez de apenas a gardênia do original, o flanker leva também uma marcante nota de jasmim. A nota de flor de damasco é levemente doce, sem prejudicar a essência da composição. Jour d’Hermès Absolu é mais carnal e sensual, além de superfeminino.

EmblemIntense61. Emblem Intense (Montblanc, 2014). Enquanto a versão tradicional é um aromático especiado minimalista com notas de folha de violeta, canela e fava tonka, Emblem Intense agrega notas adicionais nas três fases da pirâmide olfativa. O topo ganha coentro e noz moscada, o centro rosa e maçã, e a base patchouli e camurça. O resultado é um perfume mais potente, por outro lado também mais elegante e macio. A combinação de patchouli e fava tonka deixa um delicioso rastro de chocolate.

ClassiqueIntense62. Classique Intense (Jean-Paul Gaultier, 2014). Vinte anos depois do lançamento de Classique, Jean-Paul Gaultier encomenda ao perfumista Francis Kurkdjian sua versão intensa. Sem perder a identidade floral polvorosa, Classique Intense preserva sua essência, porém acrescenta uma nota frutada de romã e troca o sândalo por patchouli. O flanker é uma modernização do original, visto que o aroma atalcado está fora de moda, enquanto o patchouli é onipresente.

LaVieEstBelleAbsolu63. La Vie Est Belle L’Absolu (Lancôme, 2014). Este flanker mais encorpado de La Vie Est Belle mantém a estrutura e notas do original, agregando uma marcante nota de rosa. A mudança resulta num aroma mais feminino e suntuoso, remetendo a batom. La Vie Est Belle l’Absolu também parece receber ingredientes de melhor qualidade, já que as notas são mais bem-definidas e arredondadas. A fragrância não é necessariamente mais doce, e sim amplificada, além de ter maior lasting.

DGIntenso64. Dolce & Gabbana pour Homme Intenso (Dolce & Gabbana, 2014). A grife italiana se arriscou ao propor um fougère que mescla acordes soapy e aromáticos como os clássicos dos anos 70. Dolce & Gabbana pour Homme Intenso abre floral e gelado com um acorde de sálvia, manjericão, lavanda, gerânio e calêndula, além de um toque aquático. O aspecto herbáceo se torna mais evidente na evolução, quando notas de feno, tabaco, farelo, cipreste e mel emergem. Finalmente, a fragrância conclui com um fundo de sândalo, âmbar e musk. Old school e polarizante. Concentração EDP.

SilverScentDeep65. Silver Scent Deep (Jacques Bogart, 2014). Oito anos depois da introdução do polêmico Silver Scent e cinco anos depois do potente Silver Scent Intense, a marca Jacques Bogart decide seguir com mais um flanker, desta vez com foco na sedução. A fragrância exibe um aroma amendoado e cremoso, mais adocicado e usável, feito ao gosto do público jovem e masculino. Excelente equilíbrio entre o gelado (cítricos, gerânio, néroli, sálvia) e o quente (noz moscada, fava tonka, madeiras nobres, baunilha).

ZaraGoldMan66. Zara Man Gold (Zara, 2014). Apesar de ser classificado como amadeirado aromático pela grife, Zara Man Gold é quase um oriental gourmand. Suas notas de canela e chocolate abafam sua base de âmbar e ébano, tornando-se primordialmente uma fragrância doce e boozy, com um leve toque cítrico. Muitas vezes comparado com Twin for Men de Azzaro e Black XS de Paco Rabanne, Zara Man Gold é menos frutado que o primeiro e menos cremoso que o segundo. Excelente qualidade para um preço tão razoável.

LEauKenzoIntense67. L’Eau par Kenzo Intense pour Femme (Kenzo, 2015). A agradável e inofensiva colônia aquática de Kenzo retorna vinte anos depois com uma variante mais potente, oferecida na concentração eau de parfum. Atualizada para o gosto das jovens contemporâneas, L’Eau par Kenzo Intense pour Femme gira em torno de um buquê delicado e translúcido de flor de lótus, lírio-do-vale e peônia. A composição é adoçada com um topo de maçã e reforçada com um fundo de patchouli. Gostoso e fácil de usar.

LaVieEstBelleIntense68. La Vie Est Belle Intense (Lancôme, 2015). Se a versão L’Absolu de La Vie Est Belle investe nas notas de rosa e chocolate ao leite, este flanker segue um caminho bem distinto. Oferecido na concentração eau de parfum, La Vie Est Belle Intense se dedica às flores brancas, em especial à potente tuberosa. Com notas sintéticas de avelãs e chantilly, o perfume mantém seu aspecto gourmand, desta vez mais cremoso e inebriante. O acorde frutado e polvoroso passa para o papel de coadjuvante. Perfeito para baladas ou noites frias.

BottegaVenetaPHExtreme69. Bottega Veneta pour Homme Extrême (Bottega Veneta, 2015). Dois anos depois do lançamento de Bottega Veneta, a grife italiana apresenta sua versão intensa. Aqui o acorde pinho-couro é mais vibrante e sedutor, aumentando ainda o contraste entre o fresco e gelado acorde bergamota-pinho-zimbro com o escuro e quente acorde incenso-couro-patchouli. Uma nota de pimenta malagueta põe fogo na composição, extendendo sua silagem e longevidade.

CavalliEssenza70. Roberto Cavalli Essenza (Roberto Cavalli, 2015). Roberto Cavalli Essenza é um oriental floral descrito como intenso, sofisticado e opulento. Forte e provocante, o perfume tem uma saída polvorosa e amendoada, em seguida iluminado pela sensualidade da flor de laranjeira. O absoluto de baunilha presente na base confere um aspecto mais realístico e natural da nota, em comparação com a versão tradicional que é mais estilo bubble gum. Bom equilíbrio entre classe e sensualidade.

TFNoirExtreme71. Noir Extreme (Tom Ford, 2015). Com as letras e a tampa em dourada, Tom Ford aproveita o sucesso de Noir e lança sua versão intensa. Diferente do tradicional e seu aspecto lânguido e romântico, Noir Extreme abandona o cítrico e investe em notas especiadas e ambaradas, mantendo intacto apenas o coração floral atalcado de rosa, íris e jasmim. O resultado é seco, herbáceo e polvoroso, tornando-se cremoso e adocicado durante o dry-down, sem o aspecto defumado do original. Concentração EDP.

SiIntense72. Sì Intense (Armani, 2015). Logo em seguida do lançamento do original, Armani “turbina” o inovador chipre frutado com ingredientes naturais de néroli, cassis e rosa, adicionando notas de bergamota, mandarina e osmanthus para arredondar a composição. Desta forma. Sì Intense não é necessariamente mais doce que a versão tradicional, mas sim mais vivo e nítido com um reforço de suas notas principais. Sua beleza e maciez continuam, ainda mais evidentes.

PoloRedIntense73. Polo Red Intense (Ralph Lauren, 2015). A bomba de cranberry e café de Ralph Lauren ganha novas notas de gengibre, lavanda e couro. Mais rico e complexo, Polo Red Intense mostra uma melhor performance em todas as fases da pirâmide olfativa. A saída frutada é mais presente, as notas geladas de lavanda e gengibre aumentam o contraste com as notas quentes, e a base é mais amadeirada e sofisticada. Muito superior à versão tradicional. Concentração EDP.

SpicebombExtreme74. Spicebomb Extreme (Viktor & Rolf, 2015). Não conseguiram resistir à tentação. O best-seller Spicebomb ganha sua versão ainda mais bombástica em concentração EDP. O novo frasco com anel de cobre em seu entorno contém uma composição mais escura e penetrante, além, é claro, de ser mais picante. A saída de toranja, bergamota e pimenta rosa se foi, dando lugar a um acorde mais potente de pimenta preta, tabaco e baunilha, com um leve toque de lavanda. Concentração EDP.

PiExtreme75. Pi Extreme (Givenchy, 2015). Para a alegria de milhares de fãs de Pi ao redor do mundo, a maison Givenchy finalmente anuncia o lançamento da versão intensa do original de 1998. Pi Extreme atenua a saída cítrica e herbácea do original, bem como o coração floral anísico, focando totalmente na base de benjoim, fava tonka, amêndoas e baunilha. O flanker intenso adiciona ainda uma nota de couro (bétula), conferindo um dry-down mais esfumaçado e sensual.

TheOneEssence76. The One Essence (Dolce & Gabbana, 2015). Normalmente, o termo “essence” é usado para denotar uma versão amplificada de um perfume, em todos os seus aspectos. Dessa forma, The One Essence mantém as características básicas do original, “anabolizando” sua saída fresca e suculenta de mandarina, pêssego e lichia, seu buquê feminino e inebriante de flores brancas e sua base quente e cremosa de vetiver, baunilha e âmbar. Espere um preço igualmente aumentado.

BottledIntense77. Boss Bottled Intense (Hugo Boss, 2015). O que teria preparado Hugo Boss para seu maior best-seller de 1998? Um fougère oriental. A versão intensa mantém o acorde assinatura de maçã e canela, porém atenua o frescor da saída com uma nota de flor de laranjeira. Já o centro da composição contém o duelo entre o gelado e o quente com lavanda, gerânio, cardamomo e canela. No dry-down, Boss Bottled Intense libera um aroma oriental de fava tonka, baunilha e madeiras nobres. Concentração EDP.

LaNuitIntense78. La Nuit de l’Homme L’Intense (Yves Saint Laurent, 2015). Depois da versão Le Parfum, o sucesso de Yves Saint Laurent investe em uma base oriental com um acorde central atalcado. Para criar uma aura de sedução e carisma, o perfume ganha uma saída macia e polvorosa de íris, violeta e baunilha. Na evolução, um acorde de patchouli e fava tonka emerge, transmitindo força e masculinidade. Apesar de sair um pouco da identidade da franquia, La Nuit de l’Homme l’Intense tem tudo para agradar.      Concentração EDP.

NarcisoAbsolu79. Narciso Rodriguez for Her L’Absolu (Narciso Rodriguez, 2015). Este flanker deve ser visto como uma nova interpretação do musk, desta vez mais intenso devido ao uso de absolutos de jasmim e tuberosa. Na saída, a fragrância é dominada por um acorde de jasmim e tuberosa, esbanjando feminilidade e sedução. O golpe de almíscar vem logo em seguida, desenvolvendo sobre uma base de patchouli, sândalo e âmbar. A interação entre tuberosa, musk e âmbar é simbiótica, formando uma nuvem cremosa e intoxicante, com tons animálicos.

AzzaroIntense80. Azzaro pour Homme Intense (Azzaro, 2015). A escolha de ressaltar a nota de anis foi acertada, afinal já existe uma infinita variedade de fragrâncias masculinas potentes em fava tonka. Com o refinamento de sempre e uma sensualidade aguçada, Azzaro pour Homme Intense abre com uma nota licorosa (anis) e especiada (canela), mantendo outras notas do original como lavanda, ervas finas, fava tonka, couro, vetiver e âmbar. Vale a pena provar sem preconceito. Concentração EDP.

ChromeIntense81. Chrome Intense (Azzaro, 2015). Uma hora ou outra Azzaro lançaria a versão intensa deste best-seller. O famoso aromático agora tem seu efeito energético e refrescante amplificado e prolongado. Chrome Intense abre com notas de bergamota e gengibre, reforçadas com os sintéticos luminosos e florais de hedione e floralozone. Sua faceta herbácea é reforçada com um acorde de mate e musgo de carvalho, ao passo que sua base amadeirada e picante ganha um leve toque de âmbar. Pouca chance de erro.

EncreNoireExtrême82. Encre Noire à l’Êxtreme (Lalique, 2015). Depois de seu flanker sport, Lalique segue no outro extremo com uma variação mais potente de seu clássico moderno. Todas as notas da composição original são mantidas (vetiver, cipreste, incenso, cashmeran), porém Encre Noire à l’Êxtreme incorpora novidades como notas aquáticas, toranja, lavanda, noz moscada e patchouli para amplificar o contraste entre o quente e o gelado. Concentração EDP.

CarvenLAbsolu83. Carven L’Absolu (Carven, 2015). Depois de Carven Le Parfum (2013) e Carven L’Eau de Toilette (2015), a tradicional casa francesa decidi abandonar o gênero floral amadeirado musky para oferecer uma composição oriental floral. Francis Kurkdjian colocou para Carven L’Absolu um topo fresco e tropical de mandarina e ylang-ylang, anunciando um buquê atalcado e intoxicante de jasmim, tuberosa e íris. A secagem fica por conta de uma base chipre moderna de patchouli, sândalo e labdanum.

MustGold84. Must Gold (Cartier, 2015). O grande clássico de 1981 é revisitado com uma edição mais contemporânea, não aldeídica. O DNA de gálbano, pêssego, jasmim, âmbar e baunilha é corajosamente mantido (embora a amarga nota de gálbano esteja fora de moda), propiciando o revigorante aroma de floresta no outono característico do original. O sufixo “gold” se deve ao destaque da baunilha frutada e suculenta. Incrível harmonia entre o herbáceo, balsâmico e frutado.

HugoExtreme85. Hugo Extreme (Hugo Boss, 2016). A versão intensa de um dos perfumes masculinos mais vendidos no mundo mantém o frescor e a leveza do acorde de maçã, lavanda e gerânio do original. Hugo Extreme incrementa sua fórmula com uma injeção de especiarias e notas verdes como abeto. A nova concentração eau de parfum garante um melhor desempenho e fixação na pele sem descaracterizar a fragrância. Concentração EDP.

HugoWomanExtreme86. Hugo Woman Extreme (Hugo Boss, 2016). Enquanto a versão original é um floral frutado de nuances aquáticas, Hugo Woman Extreme é mais verde e encorpado. Centrado na nota de jasmim, o perfume ganha um acorde herbáceo de grama cortada e chá preto, além de notas frutadas de amora/framboesa e osmanthus. Hugo Woman Extreme resulta num inofensivo floral adocicado com nada que justifique o sufixo “extreme”.

ValentinoUomoIntense87. Valentino Uomo Intense (Valentino, 2016). O sucesso comercial de Valentino Uomo, lançado em 2014, levou à criação desta versão mais potente, bem caracterizada com um frasco todo preto. Enquanto o original era uma composição powdery com facetas de chocolate e avelãs, Valentino Uomo Intense é reforçado com mais íris e baunilha, além de incorporar uma base de couro para se tornar mais intenso e sensual. Um acorde de mandarina e sálvia amenizam sua abertura. Fãs de Dior Homme Intense e Dior Homme Parfum precisam experimentar. Concentração EDP.

InfiniteIntense88. Infinite Intense (Bentley, 2016). O tema floral é inusitadamente explorado pela perfumista Nathalie Lorson nesta versão intensa da nova fragrância de Bentley. Infinite Intense abre com um acorde floral de lavanda, gerânio e violeta recortado de especiarias como pimenta preta e noz moscada. Na evolução, uma base resinosa emerge mostrando notas de cedro, vetiver, patchouli, elemi, benjoim, âmbar gris e musk, deixando para trás um traço polvoroso e elegante.

nd.3873989. Loewe 7 Anonimo (Loewe, 2016). O picante e esfumaçado Loewe 7, lançado em 2010, ganha sua versão intensa com a adição da nota de couro. Desta vez com um frasco preto, Loewe 7 Anonimo abre com um intoxicante sopro de pimenta rosa e incenso, antes de caminhar para seu acorde mais encorpado de vetiver, sândalo, benjoim, labdanum e couro. Além de ser um perfume marcadamente masculino, Loewe 7 Anonimo é ao mesmo tempo opulento e elegante.

myburberryblack90. My Burberry Black (Burberry, 2016). Enquanto o original My Burberry é um floral leve porém complexo, o perfumista Francis Kurkdjian decidiu aprofundar a estrutura da composição com elementos mais “espessos” e marcantes, segundo o gênero floral oriental. My Burberry Black abre com um sopro de jasmim, anunciando um coração de rosa e pêssego. O dry-down fica por conta de um acorde base de patchouli e âmbar.

gentlemenonlyabsolute91. Gentlemen Only Absolue (Givenchy, 2016). Givenchy se inspirou na alta moda para introduzir esse perfume feito para homens contemporâneos refinados e elegantes. Depois de uma saída de bergamota, a composição mergulha num centro picante de açafrão, canela e noz moscada. Gentlemen Only Absolue finaliza com um fundo de sândalo e baunilha. Com isso, o resultado final é ao mesmo tempo sofisticado e envolvente. Concentração EDP.

lapetiterobenoireintense92. La Petite Robe Noire Intense (Guerlain, 2016). O que já era doce fica mais doce ainda. La Petite Robe Noire Intense abre imediatamente com um sopro de algodão doce, juntamente com notas frutadas de framboesa, mirtilo e cassis. O coração de rosa, jasmim e flor de laranjeira do original é mantido, trazendo elegância e maturidade à fragrância. La Petite Robe Noire Intense conclui com um fundo de patchouli, sândalo, baunilha e musk.

Veja também:

Diversos

Sensuais

Elixires

Florais

Madeiras/Couro

Oud

Frescos

Aquáticos

Sport

Summer

Ed. Limitada

3 pensamentos sobre “Flankers Intensos

  1. Adorei!!! Têm um monte de perfumes acima que estão na minha lista de curiosidade 😀
    Ah Daniel, adicione aí o Miss Dior Le Parfum, uma versão mais ambarada, quente e licorosa da linha. Na minha humilde opinião o melhor da linha Miss Dior! ☺

  2. Legal. Aprendi mais um pouco de perfumes agora. Três termos pra designar um perfume mais encorpado: Intense, extreme e absolu.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s