Lançamentos

monguerlain1. Mon Guerlain (Guerlain, 2017). Tendo Angelina Jolie como garota propaganda, Mon Guerlain reflete a frase dita por Jacques Guerlain: “Nós criamos perfumes para mulheres que admiramos.” Com um topo refrescante de bergamota, a composição adentra um coração atalcado de jasmim e íris, como manda a guerlinade. A base é composta por um acorde doce e polvoroso de sândalo, fava tonka e baunilha. Bem na linha de La Petite Robe Noire.

2. Fiesta Carioca (Escada, 2017). Continuando a tradição de Escada lançar um perfume por ano, a bola da vez é um floral frutado centrado em flores brancas como flor de laranjeira e jasmim. Para o topo, o perfumista reservou uma combinação suculenta de maracujá, framboesa e folha de violeta. Para manter a doçura da composição, Fiesta Carioca finaliza com um fundo de cedro, benjoim e musk.

(por serem novidades, os flankers abaixo estão nesta página em caráter de exceção; normalmente estariam nas respectivas páginas de flankers)

3. Boss Bottled Tonic (Hugo Boss, 2017). Este flanker é dedicado a homens modernos que aspiram ao sucesso. Concebido para ocasiões do dia a dia, Boss Bottled Tonic é construído em torno da nota de canela, acompanhada de gengibre e cravo-da-índia, além de uma nota de gerânio para dar contraste. A fragrância conta com um topo de laranja amarga, limão siciliano, toranja e maçã, e um fundo de vetiver e madeiras nobres.

4. Live Irrésistible Délicieuse (Givenchy, 2017). Classificado como floral frutado gourmand, este perfume é construído em torno da rosa e flor de laranjeira. Seu caráter doce é propiciado por um topo de cereja, pâtisserie francesa, amêndoas, caramelo e baunilha. Para a base, Live Irrésistible Délicieuse reservou um cobertor de orris (raiz de íris). Bem indicado para meninas-moças.

5. A*Men Kryptomint (Thierry Mugler, 2017). A*Men Kryptomint é, segundo a marca, “desenhado como uma poderosa estrela que instantaneamente recupera a sua energia.” Para tanto, estamos falando de um fougère oriental que busca o contraste entre o gelado e o quente. De um lado, o perfume traz uma nota de menta congelada com toques de gerânio no coração, do outro uma base com patchouli e fava tonka.

6. CK All (Calvin Klein, 2017). Este novo flanker do icônico CK One é um cítrico unissex de nuances florais, ambaradas e especiadas. A partir de uma saída de efervescente de bergamota, mandarina e toranja, CK All adentra um coração coração de frésia, lírio e jasmim, além da nota amarga de ruibarbo. Para finalizar, o perfumista Alberto Morillas reservou um fundo de vetiver, âmbar e musk.

7. Armani Code Cashmere (Armani, 2017). Os perfumistas Carlos Benaim e Dominique Ropion se uniram para construir este oriental floral de nuances polvorosas e de couro. A composição abre com um buquê de flor de laranjeira e jasmim, antes de revelar um coração atalcado de amêndoas, heliotrópio e íris. A base fica a cargo de uma combinação macia de patchouli, incenso, camurça e couro.

guiltyabsolute8. Guilty Absolute (Gucci, 2017). Composto por Alberto Morillas, Guilty Absolute persevera na assinatura oriental amadeirada à base de patchouli. Desta vez, no entanto, o foco é a nota de couro, que permanece nítida da saída ao dry-down. O acorde central de vetiver, cipreste e patchouli é sustentado por um manto de musks brancos. Uma boa indicação para quem gosta de perfumes bastante secos e amadeirados.

9. Sauvage Very Cool Spray (Dior, 2017). Dior inova com um flanker “very cool”. A composição recebe uma grande injeção de toranja para deixar o perfume ainda mais fresco que o original. O perfumista François Demachy escolheu bergamota, toranja e pimenta para uma saída adstringente, lavanda, gerânio e pimenta rosa para um centro de contraste, e cedro, patchouli, vetiver, elemi e âmbar gris para uma base robusta.

10. Alien Eau Sublime (Thierry Mugler, 2017). Segundo o site da marca, “Alien Eau Sublime é um perfume energético, luminoso e confortável que abre com uma combinação de limão, laranja, mandarina, gálbano e flores solares. Jasmim no coração é complementado por flor de cerejeira, flor de tiaré e heliotrópio, enquanto a base de caxemira é acompanhada de vetiver amadeirado e âmbar branco.

11. L’Homme Idéal Sport (Guerlain, 2017). Até a Guerlain resolveu entrar na onda de lançar flankers esportivos. Segundo a marca, o centro da composição é a nota de amêndoa que mostra seu potencial ao dar vitalidade com especiarias frescas e acordes aquáticos. A marca também revela que o coração da fragrância se desenvolve com uma delicada essência de néroli com uma base composta por patchouli, vetiver e cumarina.

12. Flower by Kenzo Eau de Lumière (Kenzo, 2017). Como o próprio nome insinua, esta fragrância oferece uma interpretação da luz. O perfume é construído em torno da nota fantasia de papoula (como no Flower by Kenzo original), tendo como topo um acorde efervescente de bergamota e cassis, um coração floral frutado de pêssego, ylang-ylang, jasmim e rosa, e um fundo polvoroso de heliotrópio, violeta e musk.

13. Luna Rossa Carbon (Prada, 2017). Classificado como aromático fougère, Luna Rossa Carbon revolve em torno de uma combinação de carvão, tintura de solo e notas metálicas, ao mesmo tempo em que inclui notas aquáticas para criar contraste. Seu topo é formado por um acorde adstringente de pimenta e bergamota, enquanto a base é feita de patchouli e âmbar gris.

14. J’Adore In Joy (Dior, 2017). Dior diz que este é “o perfume da alegria, amor pela vida, alegria instantânea e exclamação da primavera”. A composição é inovadora por ter uma pitada de sal em meio a flores e frutas. A partir de um acorde salino, J’Adore in Joy evolui para um buquê de néroli, ylang-ylang, tuberosa e jasmim. Uma nota de pêssego, além de propiciar um aspecto suculento à fragrância, também serve como base.

15. Aqva pour Homme Atlantiqve (Bvlgari, 2017). Este é um amadeirado aquático de traços amadeirados e balsâmicos. O perfume abre efervescente com bergamota, limão siciliano, maçã, sálvia e notas aquáticas. Em seguida, a composição evolui para notas marinhas e âmbar gris. Para encerrar, Aqva pour Homme Atlantiqve apresenta um fundo sólido de patchouli, vetiver, sândalo, âmbar e benjoim.

16. Fleur Musc for Her (Narciso Rodriguez, 2017). O site da marca descreve este perfume um “generoso buquê floral com notas vibrantes que envolve o coração assinatura do musk com calor e sensualidade. As suntuosas flores pink, acentuadas por pimenta rosa, misturadas com o raro musk enquanto notas ambaradas e amadeiradas – um misto de patchouli e âmbar suave – iluminam. O resultado: uma radiante rosa sublime que permanece sozinha.”

17. Bottega Veneta Pour Homme Parfum (Bottega Veneta, 2017). Depois de Bottega Veneta Pour Homme lançado em 2013 e Bottega Veneta pour Homme Extreme, a casa anuncia um versão de maior concentração. A composição abre picante com cardamomo e pimenta malagueta, antes de evoluir para um coração de abeto e cedro. Na conclusão, Bottega Veneta Pour Homme Parfum revela um fundo de labdanum, fava tonka e couro.

18. Love Story Eau Sensuelle (Chloé, 2017). Este é um floral de traços cítricos, verdes e amadeirados. A terceira fragrância de Love Story é construído em torno da flor de laranjeira, que recebe como companhia no topo limão siciliano, yuzu e pera. No centro, brilham flor de maracujá e heliotrópio. O fundo é formado por notas de cedro, sândalo, âmbar gris e musk.

19. Dior Homme Sport 2017 (Dior, 2017). Dior Homme Sport teve duas formulações anteriores – 2008 e 2012 (esta última muito criticada). A nova fragrância tem uma potente saída cítrica de laranja sanguínea, toranja, limão siciliano e pera. Na evolução. Dior Homme Sport 2017 aprofunda-se num coração picante de pimenta preta e noz moscada com gerânio para contraste, antes de revelar seu fundo de sândalo e vetiver.

20. Light Blue Eau Intense pour Femme (Dolce & Gabbana, 2017). Segundo o site da marca, “Light Blue Eau Intense reduz a intensidade de cítricos e acentua as notas florais da composição”. O resultado é uma composição com topo ácido de limão e maçã, um coração floral de calêndula e jasmim, e um fundo de âmbar, madeiras nobres e musk. A vantagem da versão intensa é o aumento de projeção e longevidade.

21. Light Blue Eau Intense pour Homme (Dolce & Gabbana, 2017). Dez anos depois do lançamento do original, Dolce & Gabbana apresenta uma variação mais salina, além de mais duradoura. Enquanto o topo da fragrância (bergamota, laranja, toranja e zimbro) permanece inalterado, o centro traz um acorde marinho. O perfume conclui com um acorde de madeiras nobres, âmbar e musk (este último também presente no original).

22. Poison Girl EDT (Dior, 2017). Segundo Dior, a versão eau de toilette de Poison Girl é uma “versão refrescada do original, dedicada ao mesmo tipo de feminilidade… mais livre, mais audaciosa e mais virtual do que nunca.” Buscando contraste, esta versão contrapõe um acorde luminoso e fresco de cítricos, néroli, flor de laranjeira e rosa com um acorde gourmand e confortável de heliotrópio, fava tonka, cashmeran, baunilha e caramelo.

23. Chrome Pure (Azzaro, 2017). Anunciado como “a promessa de um momento de pura emoção”, Chrome Pure é inspirado pelo mar do Mediterrâneo e a ligação entre pais e filhos. Classificado como cítrico amadeirado oriental, essa complexa fórmula mantém os ingredientes do original (cítricos, flor de laranjeira, notas aquáticas, coentro, musgo de carvalho, cedro, mate e musk), adicionando dois novos ingredientes – fava tonka e akigalawood.

24. La Nuit Trésor EDT (Lancôme, 2017). Segundo o site da marca, esta é uma edição mais fresca e frutada com nuances verdes e ácidas. “Notas frutadas de framboesa, amora, lichia e cassis abrem a composição com uma explosão de cítricos ácidos incluindo bergamota. O coração é um buquê floral de rosas damasconas combinadas com peônia e lírio-do-vale. A base consiste de patchouli, baunilha do Taiti e musk branco.”

(página a ser atualizada)

Veja também: Lançamentos de Nicho e Flankers