Flankers Madeiras/Couro

WoodsOs flankers vieram para ficar. Depois de lançar as versões “cologne” e “intense”, que tal modificar a base incluindo mais madeiras ou couro? Diferente dos flankers florais, os amadeirados em sua maioria são masculinos, porque a madeira ainda está associada à força, rigidez e sofisticação do homem, conferindo mais textura que beleza ao perfume. No entanto, algumas fragrâncias femininas ficam bem interessantes com uma dose maior de madeira/couro. As mais comuns são: bambu (seco, verde e levemente aquoso), cedro (seco, macio e levemente esfumaçado), sândalo (quente, cremoso e levemente doce), mogno (escuro, ceroso e levemente doce), gaiaco (escuro, quente e levemente esfumaçado), patchouli (terroso, amargo e levemente canforado), vetiver (seco, terroso e levemente esfumaçado), carvalho (úmido, amargo e levemente herbáceo) e pau-rosa (cremoso, rosáceo e levemente doce). Classificado como madeira na perfumaria, o couro é uma nota fantasia obtida através do extrato de bétula (também conhecido por couro russo) e “temperado” com sintéticos para chegar mais próximo do odor de uma bolsa ou sapato.

(ordem cronológica por ano de lançamento)

OscarBamboo1. Oscar Bamboo (Oscar de la Renta, 2006). Apesar de seu frasco seguir os mesmos contornos do potente oriental floral Oscar, esta versão segue o estilo floral aquático. Oscar Bamboo reúne ingredientes da República Dominicana, terra natal do designer, como bambu e lírio aquático. O perfume conta também com notas de limão tahiti, cardamomo, acácia e chá verde. Sua base é composta de um acorde seco e macio de vetiver, cedro e musk. A nota de acácia funciona bem, ressaltando as facetas herbácea e floral da composição.

KenzoPHBoisée2. Kenzo Homme Boisée (Kenzo, 2010). Vinte anos depois de seu bem-sucedido aquático Kenzo Homme, o designer japonês lança seu flanker amadeirado. O tema do poder da natureza é preservado, porém desta vez não entre homem e água, mas entre homem e floresta. Kenzo Homme Boisée abre com um acorde herbáceo de menta e manjericão, evoluindo para um coração de pimenta preta e alecrim, para finalizar com notas secas e limpas de vetiver e cedro. Enquanto Kenzo Homme é uma boa opção para o lazer, Kenzo Homme Boisée cai bem para o social.

LEauDIsseyFleurBois3. L’Eau d’Issey Fleur de Bois (Issey Miyake, 2010). O best-seller de Issey Miyake ganhar seu flanker amadeirado. Enquanto o original é um floral aquático com um buquê fresco no centro, L’Eau d’Issey Fleur de Bois empurra para cima a pirâmide olfativa. A fragrância abre imediatamente com um buquê fresco de frésia, rosa e acácia, instaurando uma atmosfera aquosa e floral. No centro da composição surge o cedro, seguido pelo âmbar no dry-down. Menos masculino e mais maduro.

LEauDIsseyBois4. L’Eau d’Issey pour Homme Édition Bois (Issey Miyake, 2010). De cara, esta fragrância surpreende com seu frasco feito em madeira genuína. Por dentro, a composição é bem similar ao original com seus acordes cítricos, aquáticos e picantes. A diferença está na ênfase das especiarias e madeiras. L’Eau d’Issey pour Homme Édition Bois tem uma saída mais potente, especialmente com a nota pronunciada de noz moscada e o acorde potente e seco de sândalo, cedro e vetiver fazendo pressão para emergir. Mais social e chique.

InfusionVetiver5. Infusion de Vetiver (Prada, 2010). Como todas as outras fragrâncias da série Infusion de Prada, Infusion de Vetiver é leve e confortável. Sua composição consiste basicamente de estragão, pimenta, gengibre e vetiver. O estragão confere um ar herbáceo, enquanto a pimenta e o gengibre dão um leve toque de pungência ao vetiver. Infusion de Vetiver cumpre a promessa de retratar sua nota principal de forma natural e minimalista. Perfeita para o dia a dia no escritório.

AngeDémonSantal6. Ange ou Démon Santal d’Hiver (Givenchy, 2010). A coleção de inverno de Givenchy usa o tema de madeiras para remeter a lareira queimando e aquecendo o ambiente numa noite de frio. No caso de Ange ou Démon, a fragrância ganha um topo de cranberry, um centro de chá e jasmim, e uma base de sândalo e gaiaco. Assim, o contraste entre o delicado-ingênuo e o quente-sexy é mantido para ilustrar a dualidade entre o bem e o mal.

VeryIrrésistibleCèdre7. Very Irrésistible Cèdre d’Hiver (Givenchy, 2010). A versão de inverno de Very Irrésistible adota cedro e incenso para torná-lo mais quente e misterioso. Com uma saída de cassis e anis, a fragrância caminha para um coração de rosa e magnólia. A grande diferença fica por conta da base de cedro (variáveis Atlas e Virgínia), âmbar e incenso. Very Irrésistible Cèdre d’Hiver consegue manter com competência a essência do original, apenas agregando o conforto e sofisticação do cedro.

EssenceBois8. Eau de Cartier Essence de Bois (Cartier, 2012). A “essência da madeira” sugerida no nome é aqui conferida pela mistura de oud e patchouli. Preservando a combinação de bergamota, yuzu, folha de violeta, lavanda, patchouli, âmbar e musk que a tornou famosa, Eau de Cartier Essence de Bois apenas adiciona uma nota de oud na base. O resultado é bem fiel à versão tradicional, apenas com um fundo sofisticado de oud. Ou seja, perfeito para quem está começando a explorar o ingrediente árabe. Oud iniciante.

LEauBoisée9. Guerlain Homme l’Eau Boisée (Guerlain 2012). Este é um meio termo entre Guerlain Homme e Guerlain Homme l’Eau, ou seja, mantém o foco no acorde gelado de menta, gerânio e limão, porém com o vetiver em evidência (daí o prefixo “boisée”, amadeirado em francês). O resultado é uma mistura de Eau Sauvage de Dior com Vétiver de Guerlain, com uma atmosfera refrescante e ao mesmo tempo elegante. Uma pena que a moda do vetiver não pegou, perdendo feio para o oud.

PureLeather10. A*Men Pure Leather (Thierry Mugler, 2012). Este é o mais polêmico dos flankers de A*Men, pois ele contrapõe o acorde gourmand com uma nota seca e esfumaçada de couro (ao contrário dos outros flankers, que são mais harmoniosos). De cara, A*Men Pure Leather abre com uma atmosfera de loja de sapatos aromatizada de algodão doce. A nota de couro tem aspecto sintético, portanto limpa e nada animálica, praticamente uma camurça. O resto é o A*Men que você já conhece.

AngelCuir11. Angel Cuir (Thierry Mugler, 2012). Celebrando 20 anos do lançamento de Angel, Thierry Mugler lança a versão couro de seus best-sellers. Se o Angel tradicional é o perfume que harmoniza feminino e masculino, bem e mal, este flanker tende para o lado mais sombrio e misterioso. Angel Cuir abre com o couro fundido a um acorde de frutas escuras (cassis, ameixa, coco). A fragrância se desenvolve, então, como o original, mantendo o aspecto imponente e sofisticado do couro da abertura.

AlienCuir12. Alien Cuir (Thierry Mugler, 2012). Sendo um oriental floral, é evidente que Alien tenha um equilíbrio mais natural com a infusão de couro. A nota é sentida do início ao fim da evolução, misturando-se harmoniosamente com o jasmim, sândalo e âmbar. A adição de frutas secas dá um toque especial, enquanto o couro o torna mais escuro e maduro. Muitos fãs de Alien preferem esta versão, talvez por ser a que mais projete o conceito do perfume.

WomanityCuir13. Womanity Cuir (Thierry Mugler, 2012). A infame composição lactônica e salgada de Thierry Mugler ganha novas nuances com este flanker. Womanity Cuir diminui a carga de sal (nota de caviar), agrega mais verde (folha de figo e alcaçuz) e turbina a base com couro e labdanum. Desta forma, o perfume se torna muito menos controverso e mais compartilhável. A introdução do couro foi bem feliz, já que Womanity Cuir ganha corpo e sofisticação.

BelAmiVétiver14. Bel Ami Vétiver (Hermès, 2013). Mantendo a elegância e refinamento do Bel Ami tradicional, Hermès substitui o patchouli pelo vetiver para dar um tom esfumaçado à fragrância. O couro continua em seu DNA, porém agora mais contemporâneo, com um aspecto verde, quente e amadeirado. O perfumista Jean-Claude Ellena teve a feliz ideia de usar um vetiver mais old school e com vibe de barberia para manter o estilo original de Bel Ami.

PureWood15. A*Men Pure Wood (Thierry Mugler, 2014). Mantendo o ritmo de um flanker de A*Men por ano, a grife decide desta vez explorar o poder e solidez da madeira. A*Men Pure Wood mantém a base de café, patchouli, âmbar e baunilha do original, incorporando notas de cipreste, couro e carvalho para ressaltar o aspecto amadeirado. A fragrância é mais seca e menos cremosa que A*Men, porém com a baunilha mais afiada. Os ingredientes usados têm um efeito tão natural, que parece que estamos tomando café dentro de um luxuoso escritório revestido de madeira cara.

FanDiFendiLeather16. Fan di Fendi Leather Essence (Fendi, 2014). Fendi preserva seu DNA de couro, substituindo o acorde frutado do original, porém mantendo a estrutura de mandarina, rosa e couro. Na saída, Fan di Fendi Leather Essence ganha uma nota resinosa e vegetal de elemi, logo evoluindo para o acorde central rosa-couro, aqui bem mais definido e dominante. Em vez de patchouli, a base incorpora fava tonka, baunilha e musk para realçar a textura macia e elegante do couro.

EauCèdre17. Armani Eau de Cèdre (Armani, 2015). Chegou a hora de o clássico de Armani ganhar seus flankers – um deles é dedicado ao cedro. Imitando a textura macia e elegante de um paletó de veludo, Armani Eau de Cèdre reúne notas com essas mesmas características. Inicialmente, o perfume exala um aroma cítrico e picante de bergamota, limão siciliano, sálvia, cardamomo e folha de violeta. Notas de cedro, chá preto, camurça e musk concluem a composição com maciez e conforto.

InfusionDIrisCedre18. Infusion de Cèdre (Prada, 2015). Depois de lançar várias fragrâncias da coleção Infusion (íris, tuberosa, flor de laranjeira, vetiver, cravo, rosa, amêndoas), Prada decide renomear Infusion d’Homme para Infusion de Cèdre – a variação mais crispy, refinada e compartilhável da franquia. O aspecto macio e limpo do cedro entra em perfeita sintonia com a íris, deixando um rastro mais esfumado e picante que o original.

EauDeCartierVétiverBleu19. Eau de Cartier Vétiver Bleu (Cartier, 2015). Apostando nos flankers, o clássico Eau de Cartier recebe uma versão gelada com notas de vetiver, menta e alcaçuz. A refrescância sofisticada do original é mantida, porém ela agora ganha profundidade e calor com as raízes espessas de vetiver. Para contrabalancear o caráter seco e amargo do ingrediente, notas de menta e alcaçuz trazem o frescor herbáceo, conferindo uma aura relaxante e energizante.

SoloCedro20. Solo Cedro (Loewe, 2015). A marca espanhola introduz uma variação de Solo com o tema de cedro. Aproveitando ao máximo os ângulos polvoroso e incensado do ingrediente principal, Solo Cedro emprega notas de mandarina, pimenta rosa, lavanda, noz moscada e benjoim. O resultado é uma fragrância discreta e elegante, limpa e seca, feita para executivos práticos e dinâmicos. Não há como errar com Solo Cedro.

SupremeLeather21. Polo Supreme Leather (Ralph Lauren, 2015). Na sequência do flanker com foco no oud, o designer americano desta vez parte para o tema de couro. Com caráter oriental especiado e traços melífluos, Polo Supreme Leather é inspirado no homem culto e refinado que frequenta clubes exclusivos. A fragrância toma o couro como base, recortando-o com notas de cardamomo, noz moscada, açafrão e mel. Intenso e luxuoso.

MercedesBlackLeather22. Black Leather (Mercedes-Benz, 2015). Mercedes-Benz apresenta uma grande novidade com este perfume: o nome da perfumista (Honorine Blanc) no frasco. Será uma nova tendência? Trata-se de um sofisticado oriental à base de couro. De imediato, a composição exala um aroma macio de bergamota, íris e camurça, antes de se tornar mais herbáceo e esfumaçado com notas de patchouli, incenso e sálvia. Uma base âmbar-couro levemente animálica completa a fragrância viril e elegante.

Veja também:

Diversos

Intensos

Sensuais

Elixires

Florais

Oud

Frescos

Aquáticos

Sport

Summer

Ed. Limitada

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s